Durante a Gravidez grávida de primeira viagem

6 coisas que toda grávida de primeira viagem deve saber

15 de dezembro de 2014

Querida grávida de primeira viagem, não quero ser chata ou a mala que desanima. Só quero que você tenha informações para que, se daqui a algum tempo alguma dessas coisas acontecer, você tenha certeza de que não está sozinha!

Você vai se questionar “por que eu quis ser mãe?”

A gente ama ser mãe, de verdade, em 99,9% do tempo. Mas vai ter um momento (e eu tenho quase certeza que vai acontecer nas primeiras semanas do bebê) que você vai pensar “por que eu quis ser mãe?”.

Isso não significa que você não ama (ou ama pouco) o seu bebê. Isso não significa que você é uma mãe ruim ou pior do que outras. Isso só significa que você é mãe. Não é o seu coração falando: é o seu corpo exausto, o seu cérebro sonolento, o seu seio dolorido… Enfim, muitas coisas podem te levar a ter este pensamento, mas o seu coração (estimulado pelo sorriso ou soninho do bebê) vai te trazer de volta!

Você pode não sentir aquele amor arrebatador à primeira vista.

Talvez você olhe para o seu bebê e pense “ok, eu o amo. Mas não entendi ainda esta história de incondicional e incomparável”. É normal. O amor vai crescer ao longo do tempo. Acontece com muitas pessoas! E pasme: talvez tenha até algum momento – igual no item acima, de exaustão – que você vai ficar até com raiva do seu bebê. Mas, calma, passa!!

Amamentar não é natural

Você pode ter dificuldades para amamentar, talvez até pense em desistir. Mas vale a pena tentar ao máximo (até existem profissionais treinados para te ajudar). Infelizmente, talvez você não consiga. Isso não determinará se você é uma boa mãe ou uma mãe ruim. E também não determinará a saúde do seu filho. Fique tranquila.

Cada bebê é de um jeito

Por mais clichê que possa parecer, seu filho pode não responder às teorias que você aprendeu nos livros, cursos ou programas de TV. Porque cada criança é de um jeito. Confie em seus instintos e desenvolva sua forma de cuidar do seu bebê!

Tudo passa

Cada fase do bebê e depois da criança tem suas alegrias e suas dificuldades. Mas cada fase passa. Alguém um dia disse que, como no vídeo game, a próxima sempre é mais difícil. Até pode ser, mas a gente fica mais forte e parece que sofre menos!

Você é mais forte do que imagina!

Ser mãe te mostrará que você é mais forte do que jamais imaginou. Tem dias que você vai pensar “eu estou tão cansada que, se ele chorar de madrugada, eu não vou conseguir levantar” e mesmo assim você acordará e dará de mamar.  Quando você achar que chegou ao limite das suas forças, da sua paciência, da sua capacidade, verá que pode ir mais além, mesmo que seja difícil, você vai conseguir!

E, mesmo que tudo isso aconteça, você vai perceber que ser mãe é a melhor coisa da sua vida!

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Comentários

  1. Nathalia Gentil disse:

    Pura verdade… muito bom ler isso e saber que não estou sozinha..
    meu bebê está com 5 meses e tive todas essas sensações e em alguns momentos me sentia uma péssima mãe por isso.
    Mas hj entendo que tudo que passamos com os nossos bebês é super normal.
    Volto a trabalhar quinta feira agora é já estou me sentindo culpada por isso, achando que meu bebê vai se sentir abandonado. Mas já estou tentando trabalhar isso dentro de mim e tentando ficar mais calma..
    bjs e obrigado pelas dicas..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + 10 =

Comentários do Facebook

PUBLICIDADE

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 8 anos, e Ana Júlia, 3 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2017 - Todos os direitos reservados