Durante a Gravidez

O que levar para a maternidade?

3 de março de 2017

A lista sobre o que levar na mala da maternidade varia de hospital para hospital, estação do ano do parto e muitos outros fatores. Não sei exatamente o que VOCÊ vai querer levar (e, no seu ponto de vista, precisa), mas posso te dizer o que eu levei para mim (ou levaria se fosse ter filho novamente).

Confira nos vídeos abaixo as coisas para que considero importante estarem na mala do bebê e também da mãe. Agradeço ao apoio das lojas de moda gestante Barriguinha de Luxo e Vila Carlota para a produção dos vídeos e também da minha irmã gravidinha, que me esperou para a gente montar a mala dela juntas e, assim, poder mostrar para vocês.

A MALA DO BEBÊ

A MALA DA MÃE

Como prometido no vídeo, segue abaixo a lista mais completinha para que você consiga se organizar no seu check-list.

PARA O BEBÊ

– 3 conjuntos de roupa do tamanho previsto para o bebê (no meu caso foi RN). Cada conjunto tinha: um body de malha para colocar por baixo, uma calça de malha para colocar por baixo, um tip top de manga comprida, um par de meias, um par de luvas, uma touca (essa touca e esse luva eram de algodão fininho) e um cueiro.

3 trocas completas

Eu tinha comprado uns conjuntinhos de luvas e toucas fofos e baratos por isso cada troca tinha um diferente. Você pode aproveitar uma touca só todos os dias (e se estiver bem calor, nem precisa), mas a luvinha a criança pode colocar na boca e molhar. Então, é interessante ter mais do que um par. Além do frio, a luva protege das pequenas unhas afiadas do recém-nascido.

– Roupas extras: dois tip tops P, dois bodies P, duas calças P, dois pares de meia.
– 3 fraldas de pano e 3 panos de boca.
– Toalha para o bebê.
– Sabonete líquido.
– Um pacote de fraldas RN.
– Pomada para assadura.
– Lenço umedecido (mas você não vai usar no bebê tão pequeno).
– 1 manta de malha (mais fina).
– 1 manta de soft (se for bem frio, pode ser até de lã).
– 1 casaquinhos P.

Para  mãe

– calcinhas confortáveis (2 para cada dia de internamento) e meias.
– pijama próprio para ajudar na amamentação.
– outro pijama bom para amamentar (porque é possível que você suje o primeiro).
– sutiã de amamentação (pelo menos dois)
– pacote de absorventes noturnos.
– roupa para sair da maternidade (se você foi com qualquer roupa porque saiu correndo para o hospital, é bacana levar outra roupa para você sair. Se você marcou uma cesárea e pode se arrumar antes de ir e sai com a mesma roupa que chegou).
– escova de dentes, de cabelo, pasta de dente, shampoo, condicionador, sabonete e desodorante. Eu não levei sabonetes especiais e cremes porque sabia que não ia usar, mas se você for disciplinada com isso, leve. Como essas coisas você vai pegar no dia, sugiro que faça uma lista do que não pode esquecer e deixe junto com a mala.
– cinta pós-parto. Eu levei com base na minha experiência anterior, mas meu obstetra contraindicou o uso (já falei disso aqui).
– chinelo de dedo para usar no banho.
– pantufa ou outro chinelo para andar pelo hospital (eu amo o Crocs para essa finalidade porque é fácil de colocar, pode ser com meia e sem meia mesmo se a unha do pé não estiver feita).
– absorvente para seios.
– concha para seios.
– lembrancinhas da maternidade e quadrinho da porta da maternidade.

O que mais você levou?

Esse conteúdo contou com um apoio de marcas que confiamos e que confiam em nós: Barriguinha de Luxo e Vila Carlota

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Comentários

  1. Eu acho bom prever levar coisas para o marido, quando ele for dormir na maternidade, para evitar que ele volte para casa para buscar logo antes da primeira noite.

    Também é bom lembrar de câmera e o carregador dela e do celular.

    Aqui em SP, algumas maternidades tem cartório, ou indicam cartório próximo, e para que os pais saiam como casados na certidão, precisa da certidão de casamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 5 =

Comentários do Facebook

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Me segue no snap!

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 8 anos, e Ana Júlia, 3 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2017 - Todos os direitos reservados