Durante a Gravidez

Quantas fraldas pedir no chá de bebê?

16 de julho de 2017

Eu sou suuuuuper a favor de fazer chá de fralda em vez do tradicional chá de bebê – onde a gestante pede itens diversos do enxoval. Isso porque acho que muitas coisas da lista de enxoval são complicadas de pedir. São presentes mais caros como banheira, bolsa, trocador, entre outros. Além dos mais, corre-se o risco de ganhar uma peça que não combina nada com seu enxoval ou é totalmente diferente do seu gosto pessoal. Por outro lado, fica a dúvida: quantas fraldas pedir no chá?

Esse é um cálculo que depende do seu número de convidados. Mas a gente consegue ter uma base calculando quantas fraldas um bebê usa em média. Gente, é bem média, tá? Porque o tamanho dos bebês varia muito, além da idade do desfralde e o peso para o qual cada marca de fralda é indicada.

Vamos lá pensar em fazer um estoque até 1 ano!

Fraldas RN

Peso médio: Até 4 kg
Fraldas por dia: 7 unidades
Tempo de uso médio: um mês
Quantidade de fraldas em média: 210 fraldas
Quantidade de fraldas por pacote em média: 20 fraldas
Observação: Sugiro pedir menos do que a quantidade estimada, pois o bebê pode nascer em um peso diferente e você perder fraldas ganhadas. No caso da RN, é melhor comprar conforme a necessidade.
Pedir para: 10% dos convidados

Fraldas P

Peso médio: Até 7 kg
Fraldas por dia: 7 unidades
Tempo de uso médio: três meses
Quantidade de fraldas em média: 630 fraldas
Quantidade de fraldas por pacote em média: 30 fraldas
Pedir para: 25% dos convidados

Fraldas M

Peso médio: Até 10 kg
Fraldas por dia: 6 unidades
Tempo de uso médio: cinco meses
Quantidade de fraldas em média: 900 fraldas
Quantidade de fraldas por pacote em média: 25 fraldas
Pedir para: 50% dos convidados

Fraldas G

Peso médio: Até 13 kg
Fraldas por dia: 6 unidades
Tempo de uso médio: Varia muito. Pode chegar até um ano!
Quantidade de fraldas por pacote em média: 25 fraldas
Pedir para: 15% dos convidados

Quais são os riscos?

– Pode acontecer de sobrar fralda de determinado tamanho.

– Você pode não se dar bem com alguma marca. Às vezes, a criança pode ter alergia. O melhor é definir quais marcas você quer e indicar isso no convite para minimizar o risco, mas não é garantia.

– Se um dos casos acima acontecer, você pode trocar ou vender as fraldas em grupos de mães nas redes sociais. É mais fácil do que você imagina.

– Se você tiver poucos convidados para o chá, indico não pedir as fraldas G, pedir apenas RN, P e M (10%, 30%, 60%, respectivamente) para garantir as fraldas dos primeiros meses.

A foto em destaque do post é da Bárbara Vanzo (www.barbaravanzo.com)

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 4 =

Comentários do Facebook

PUBLICIDADE

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 8 anos, e Ana Júlia, 3 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2017 - Todos os direitos reservados