Durante a Gravidez

5 dicas de enxoval

11 de Janeiro de 2018

Está gravidinha e fazendo o enxoval? O mês de janeiro é ótimo para comprar o que falta, pois as lojas estão mais vazias e as gestantes têm mais paz! Quem me contou isso foi o pessoal da Xiquita Premium, a maior mega store do Paraná, que vende tudo para o bebê. Aproveitando o assunto, listei cinco dicas de enxoval:

Desapegue das coisas unissex

Muita mãe de primeira viagem escolhe comprar itens de cores unissex para poder aproveitar em uma segunda gestação. Eu fiz isso e me arrependi. Por vários motivos:

1) Eu demorei muito para ter um segundo filho e quando isso aconteceu (veio uma menina), eu já tinha me desfeito da maioria esmagadora das coisas, pois não tinha onde guardar.

2) Muitas coisas grandes que comprei unissex, eu percebi que não eram muito boas depois de usar. Por exemplo, percebi vários problemas com o carrinho que comprei e não queria o mesmo no segundo filho.

3) Até eu ficar grávida novamente muita coisa nova foi lançada e atualizei a minha lista de desejos com itens e modelos que achava mais legais.

Enfim, eu deixei de comprar coisas de determinadas cor porque achei que aproveitaria depois e, no final das contas, não usei.

Mochilas de maternidade

Uma coisa que mudou a minha vida foi quando descobri as mochilas de maternidade. Em vez de usar a bolsa tradicional para carregar as coisas do bebê, eu tinha uma opção que ia nas costas. Ela também tinha todas as divisórias necessárias para fraldas, lenços umedecidos, pomada etc.

A grande vantagem, na minha opinião, é ter as mãos verdadeiramente livres. Porque, em geral, a gente usa a bolsa tradicional com a alça de ombro e quando a gente abaixa/ se inclina para atender o bebê sempre escorrega. Minha humilde opinião!

Analise bem o berço que vira mini cama

Berço que vira mini cama pode ser uma boa opção. A criança passa para essa outra etapa (a época varia entre 1 ano e 8 meses e 3 anos – pode ler minha experiência aqui) sem que você precise comprar um novo móvel.

Porém, na hora de comprar, peça para ver o modelo da mini cama. Isso porque alguns berços não são bem pensados para isso e o resultado é uma caminha bem feia. Lá na Xiquita, você pode ver os móveis montados ou as fotos no catálogo para entender bem como ficará depois da mudança.

Fuja das roupas que fecham atrás

Para os primeiros meses do bebê fuja das roupas que fecham atrás. Zíper, botão, velcro, nada disso pode estar nas costas da criança.

Primeiro porque o bebê passa praticamente todo tempo deitado e isso pode ser bem desconfortável. Segundo porque ele não vai ficar sentado para você fechar a roupa com toda a calma do mundo. Evite!

Sobre sapatos

Sapatos , na verdade, são itens desnecessários para o bebê. Mas são tão lindos, né? Então, se você quiser muito comprar, indico que você escolha um par de cor neutra, que você conseguirá combinar com várias roupas diferentes.

Além disso, observe que seja muito fácil de colocar (abra bastante) e que seja de um material muito confortável – quanto mais mole, melhor.

Depois, à medida que o bebê cresce, você escolhe modelos que se adequem ao tamanho e necessidade dele no momento.

Outra coisa bem bacana ainda no assunto “pés” é comprar meias lindas. Sabe aquelas estilo sapatilha? Pois é! Existem modelos super fofos tanto para meninos quanto para meninas. E para elas, há opções com flores e laços exatamente para serem usadas no lugar do sapato e garantir aquele charme no look.

Esse conteúdo foi apoiado pela Xiquita Premium, loja que oferece as melhores marcas em produtos para bebês e crianças em Curitiba. Ache a loja mais perto de você: Av. Batel, 1476; Al. Carlos de Carvalho, 1663; Rua dos Funcionários, 961. Telefone: 41 3019-9070.

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do Facebook

PUBLICIDADE

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 8 anos, e Ana Júlia, 3 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2017 - Todos os direitos reservados