Viagens e Passeios aspirar baby

Aspirar Baby: aspirador nasal

7 de julho de 2015

Já estava há algum tempo querendo comprar o Aspirar Baby (que de maneira geral, é a versão brasileira do Nosefrida). Acabei recebendo um da marca para testar e amei. Antes que me perguntem, eu não testei o Nosefrida, então não posso comparar.

O princípio básico do Aspirar Baby é desobstruir o nariz do bebê (e até crianças maiores que ainda não conseguem assoar) por meio da sucção. Mas, ao contrário daqueles aspiradores manuais (com mola ou tipo buzina), quem controla a sucção é o adulto, com sua própria boca. Isso garante uma sucção mais suave e menos traumática.

Além disso, a ponteira que vai no nariz é muito mais macia do que a de outros produtos que já conheci e testei, o que diminui a chance de machucar  o bebê. Isso é muito importante considerando a hipótese de seu bebê ser como a Ana Júlia, que se debate na hora de limpar o nariz como se fosse tortura.

Aliás, isso é muito interessante. Eu acho que ela odeia tanto como um “trauma” dos outros aspiradores que eu usava. Porque hoje, na terceira ou quarta vez que eu fui usar o Aspirar Baby, fiquei brincandinho devagarinho e ela mesma me deixou colocar. Rapidinho, mas já deixou um pouco. Ou seja, parece que ela está gostando.

Ah, e não precisa se desesperar, não tem como a meleca do nariz chegar a sua boca, entre o caninho (que você suga) e a ponteira que vai no nariz do bebê, tem uma câmara. Ela precisaria ficar cheia de muuuuuuuita meleca para que pudesse subir pelo cano (que é bem longo). Então não precisa ter nojinho, rs.

Dá para comprar no próprio site deles. Eu realmente curti!

Abaixo o vídeo que postei no Instagram sobre o Aspirar Baby.

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Amo escrever, amo meu marido, amo minhas três filhas e, acima de tudo, amo Jesus. Moramos na Pensilvânia, nos EUA, e, sempre que consigo, gosto de falar sobre minhas experiências, aprendizados e desafios seja na maternidade, na vida cristã ou como imigrante.

Saiba mais

Maternidade Simples 2015 - 2024 - Todos os direitos reservados