Viagens e Passeios

Babá eletrônica da Motorola

2 de junho de 2014

Motorola_Baby_monitorO único item de enxoval que ficamos de comprar e não o fizemos a tempo foi a babá eletrônica. Na época da Manuela – há mais de cinco anos – só comprei a babá depois que ela já estava com uns dois meses, quando comecei a sentir necessidade.

Não era para usar à noite, pois a escutávamos bem; mas sentimos que era necessária para usar quando tínhamos visita em casa. Ela ficava dormindo fechada no quarto, a gente acaba se animando demais na conversa e, muitas vezes, não ouvíamos quando ela chorava.

Na época, comprei uma bem baratinha da Safety 1st, que serviu muito bem para a nossa necessidade. Mas a gente não usava à noite porque eu não conseguia dormir direito ouvindo cada murmúrio ou mexidinha que a Manuela dava no berço.

Depois que a Ana Júlia nasceu, decidimos comprar a babá pela mesma necessidade da época da Manuela, mas também porque aqui na casa nova precisávamos deixar as portas abertas para ouvi-la chorar no berço. Só que minha casa é bem mais fria do que a que morávamos antes. Ou seja, precisamos fechar as portas.

A minha ideia era comprar uma como a que tínhamos – que foi usada também pela minha cunhada e já não funciona mais tão bem. Para minha alegria, uma amiga minha me cedeu a babá eletrônica dela – que não está usando no momento . Da Motorola, ela é MUITO LEGAL.

No quarto do bebê, fica a câmera com visão noturna. No meu quarto, o monitor de vídeo. Os dois ficam ligados na tomada, mas também funcionam com bateria. O monitor desliga depois de um tempo e liga sozinho cada vez que a Juju se mexe ou emite algum ruído. Assim, eu não fico ouvindo a respiração dela a noite toda, ele só liga o som quando de fato há alguma movimentação diferente no quarto!

E ela é inteligente. Se eu ligo um móbile, por exemplo, mesmo com o barulho, ele reconhece a constância do som e desliga.

Além de ouvir o som e ver a imagem, eu posso apertar um botão e falar alguma coisa, que será transmitida pelo equipamento lá no quarto do bebê. Também posso selecionar uma entre quatro músicas de ninar para tocar para a Juju e ainda controlo o volume ou paro quando eu quiser!

A babá também mede a temperatura do quarto do bebê, além das funções básicas: o meu monitor emite um alerta caso a câmera seja desligada lá no quarto do bebê e tem um alcance significativo de 200 metros. Já que ela é tão tecnológica, só achei que podia também ter um relógio, né? Porque no meio da madrugada, quando ela liga com a Juju mexendo, eu bem que queria saber que horas são bem rapidinho, rs.

Infelizmente, não achei para vender em nenhum lugar aqui no Brasil para poder falar qual é o valor médio. Vou ficar devendo esta informação.

E-book descomplica a lista de enxoval de bebê

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Comentários

  1. Bruna Ribeiro disse:

    Qual o nome do modelo dessa baba eletronica??

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Amo escrever, amo meu marido, amo minhas três filhas e, acima de tudo, amo Jesus. Moramos na Pensilvânia, nos EUA, e, sempre que consigo, gosto de falar sobre minhas experiências, aprendizados e desafios seja na maternidade, na vida cristã ou como imigrante.

Saiba mais

Maternidade Simples 2015 - 2024 - Todos os direitos reservados