Para Mães e Pais peça perdão

Carta de um bebê birrento

12 de maio de 2015

“Mamãe, eu vi que você ficou irritada com a forma como eu agi. Você tem falado por aí que eu aprendi a fazer birra e diz não entender como posso, com um ano, já ter este tipo de atitude.

Acho que você chama de birra quando eu fico brava, nervosa, bato as mãos e os pés, às vezes até grito.

Mamãe, eu não faço isso para te irritar. Acredite! Eu fico frustrada, eu não sei como agir, eu não entendo porque as coisas não podem ser do meu jeito, eu preciso extravasar…

Você pode achar que são motivos bobos, mas sair do seu colo, ser proibida de ir à cozinha ou pegarem o celular da minha mão são coisas muito sérias para mim – e me tiram do sério.

Mas, como você mesma disse, eu só tenho um ano, eu não sei como lidar com esta frustração.

Eu repito: não quero te irritar. Nem hoje, com um ano. Nem depois, com três ou quatro.

Eu só preciso aprender como lidar com meus sentimentos sem me machucar nem machucar ninguém ao meu redor. Você me ajuda?”

Não estou nem perto de compreender a Ana Júlia como ela precisa, mas estou tentando (muito!).

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Comentários

  1. Wanessa disse:

    Reflete totalmente o que estou passando com Pietro. Não tem sido fácil. Ele se frustra e eu sem saber lidar direito… ele com 1 ano, muitas mudanças acontecendo e eu grávida novamente. Mas vamos passar por essa fase! Obrigada pelo seu texto, me fez ver muitas coisas!

    1. Melina disse:

      A gente acha que não vai dar conta, mas no fim sobrevive!! Aqui em casa, tenho visto melhoras todos os dias! :) Beijo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Amo escrever, amo meu marido, amo minhas três filhas e, acima de tudo, amo Jesus. Moramos na Pensilvânia, nos EUA, e, sempre que consigo, gosto de falar sobre minhas experiências, aprendizados e desafios seja na maternidade, na vida cristã ou como imigrante.

Saiba mais

Maternidade Simples 2015 - 2024 - Todos os direitos reservados