Para Mães e Pais disciplina

Correção: castigo, punição, disciplina, consequência?

28 de julho de 2019

Quando falo de correção (veja esse post), surgem muitas dúvidas sobre como “dar castigos ou punições” às ações erradas das crianças. A correção paterna tem como princípio básico não punir ações passadas, mas ORIENTAR ações futuras!

Sim, a criança deve entender qual ação dela não foi adequada, mas não adianta só focar no erro. A gente mostra o erro apontando sempre para o acerto.

Isso é corrigir: é mostrar o caminho alternativo à atitude errada, promovendo nas crianças a capacidade de escolherem o melhor na próxima vez. Assim se alcança a tão desejada DISCIPLINA!

Disciplina é a capacidade de escolher determinada atitude – mesmo que momentaneamente desconfortável – para se obter um fim desejado. O autocontrole, responsabilidade pelas ações e reações, administração das emoções, construção e manutenção de relacionamentos são algumas das áreas em que se reflete a disciplina.

Nós, como adultos, já desenvolvemos (ou deveríamos estar desenvolvendo) a disciplina física, emocional e espiritual. Como pais, corrigimos e educamos para que nossos filhos alcancem essa mesma disciplina.

Porém, as crianças só desejarão seguir os melhores caminhos quando entenderem as razões pelas quais as orientamos. Por isso, a correção não funciona quando é feita com base no “porque eu mandei”. A atitude pode até mudar por fora, mas a intenção do coração não. Por isso, é comum os pais precisarem corrigir de novo e de novo e de novo o mesmo erro.

Explique aos seus filhos que essa correção é feita em amor e pensando sempre no seu bem futuro (e não na conveniência dos pais). Faça isso com palavras sempre que puder! Mas principalmente nas atitudes, já que o amor “nunca é grosseiro nem egoísta. Não é irritadiço, nem melindroso. Não guarda rancor. O amor nunca está satisfeito com a injustiça, mas se alegra quando a verdade triunfa.” 1 Coríntios‬ ‭13:5

Sempre passe a sua correção por esse filtro e, assim, você conseguirá demonstrar uma orientação que é baseada no amor!

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do Facebook

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 10 anos, e Ana Júlia, 5 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2017 - Todos os direitos reservados