Para Mães e Pais

Dica de uma mãe blogueira: parem de seguir blogs maternos!

1 de novembro de 2018

Não faltou medo de ser mal interpretada antes de escrever este texto – principalmente pelas queridas colegas da blogosfera materna. Mas eu, como uma mãe que escreve com objetivo de que outras mulheres vivam uma maternidade mais simples, não posso deixar de falar sobre isso.

Blogs maternos nasceram com a linda missão de ser uma rede de apoio e informações sinceras sobre a maternidade. E tenho certeza de que ajudam diariamente milhões de mulheres por todo o mundo.

Porém, a infinidade de opções tanto no www quanto nas redes sociais tornou essa blogosfera uma armadilha. Isso porque, normalmente, as mulheres seguem diversos – às vezes, dezenas – de perfis de blogueiras que contam sobre o seu dia a dia com as crianças, a rotina como mães que trabalham fora ou como donas de casa.

Assim, todos os momentos em que acessam as redes sociais, as mães veem alguma outra mãe fazendo algo para seu filho: almoço saudável, pratinhos coloridos e divertidos, brincando de tinta na sacada de casa, passeando no parquinho, fazendo exercício com o bebê… Enfim, é um monte de coisa divertida e interessante, mas que invariavelmente despertam uma pontinha de comparação e cobrança em que lê.

“Será que eu deveria me empenhar mais na alimentação do meu filho?”. “Como que vou incluir exercícios na minha rotina?”. “Ah, tenho tanta preguiça de ir ao parquinho…”. São pensamentos comuns e, muitas vezes, saudáveis, pois promovem uma mudança positiva para a mulher e toda a família.

Porém, quando seguimos uma infinidade de mães diferentes, teremos autocobranças o tempo todo. Seremos bombardeadas por bons parâmetros de maternidade – em diversas áreas diferentes – e tentaremos atingi-los. Mas nós nunca conseguiremos ser boas o tempo todo e em todos os aspectos da vida de mãe.

Entenda, não estou falando contra se informar e melhorar comportamentos. Estou falando sobre, a cada segundo, estar se cobrando porque viu algo novo e bacana em algum blog ou perfil de rede social. Nós nunca conseguiremos ser satisfeitas conosco mesmas ou plenas na maternidade, se continuarmos a nos comparar com tantas mães lindas, felizes, divertidas e maravilhosas que seguimos por aí.

Leia sim. Escolha blogs maternos com que realmente se identifica, siga-os nas redes sociais que parecem te trazer mais informação, conheça, porém não tente ser como essas mães. Você já está fazendo um ótimo trabalho sendo você!

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do Facebook

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 9 anos, e Ana Júlia, 4 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2017 - Todos os direitos reservados