Durante a Gravidez

Erros e acertos: Enxoval – Roupinhas

4 de maio de 2010

No quesito compra de roupinhas, tive erros e acertos. Mas posso me defender e afirmar que os erros não foram culpa minha! Foram poucas as roupas que eu mesma comprei para a Manuela. Comprei uma meia quando soube que estava grávida, um conjuntinho de menina quando soube que o sexo e o restante comprei por volta do sétimo mês, mas foram coisas básicas como malhinhas, meias, bodies simples, entre outros.

O problema foi que a previsão era que a Manuela nascesse dia 30 de janeiro, com mais de 4 kg. Então, eu não comprei NADA de roupinhas RN, apenas de P para cima. O que aconteceu, entretanto, foi que a ela nasceu no início de dezembro, com 2.235g. Preciso dizer que as roupas demoraram semanas para começarem a ser usadas?

Felizmente, minha amiga mãe das gêmeas – que já tinha me dado muitas (muitas mesmo) roupinhas das meninas -, logo que ficou sabendo do nascimento da Manuela, passou no hospital e deixou para mim várias roupinhas de tamanho Prematuro. Junto com mais umas três peças do mesmo tamanho que minha mãe comprou, foram salvadoras para o primeiro mês da minha pequenina.

Depois, tudo deu certo. Mesmo assim, muitas coisas se perderam devido ao cálculo indevido dos tamanhos versus estações. Mas, não foram grandes perdas.

Nem tudo foi errado, entretanto. Meu acerto foi eu ter comprado poucas coisas… Minha mãe disse que eu ia ganhar muita coisa e, de fato, eu ganhei! Coisas que vestiram a Manuela por muitos meses. Eu consegui disciplinar-me e mês a mês ia comprando o que ela estivesse precisando, coisas mais básicas como: pijama, casaco leve, casaco pesado, etc.

Falei sobre disciplina porque realmente é necessária. A verdade é que tem mais um “gene” que a gente adquiri quando nos tornamos mães. Além do gene da culpa, mesmo as mulheres mais controladas parecem se tornar as maiores consumistas. Afinal, passamos a ter um grande motivo para gastar dinheiro: vestir o nosso bebê! Quer razão mais nobre do que essa para gastar o limite do cartão de crédito?

E-book descomplica a lista de enxoval de bebê

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do Facebook

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 10 anos, e Ana Júlia, 5 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2017 - Todos os direitos reservados