fbpx
Lá em Casa

“Meu filho não quer fazer devocional”

6 de abril de 2022

Ah, se eu ganhasse um real para cada vez que já ouvi isso! 😅

Constância na vida devocional é difícil até para os adultos, quem dirá para as crianças, que têm tantas coisas para fazer (leia-se: brincar).

Tem as que não entendem a importância do momento (e aos pais dessas cabe continuar ensinando repetidamente). Mas há as que entendem, porém ainda não desenvolveram a disciplina necessária para manter a atividade.

Independentemente de qual seja o seu caso, é necessário que a gente assuma o papel de pai e mãe e tenha trabalho para ajudar nossos filhos a desenvolver essa disciplina espiritual.

Essa foto foi dessa semana. Ana Júlia está há dias sem querer fazer o devocional, fazendo rapidinho quando é cobrada, lidando com negligência com esse momento.

Eu posso cobrar, brigar, esbravejar… mas nada disso seria tão eficiente quanto o que fiz. “Filha, vou deixar a minha leitura para fazer quando você voltar da escola. Assim, faço enquanto você faz a sua leitura da Bíblia e ficamos juntas.”

Resultado: pegou a Bíblia sem reclamação quando a hora chegou, leu com atenção, procurou as referências cruzadas do rodapé…

Enfim, a motivação ainda pode estar confusa (estar com a mãe em vez da importância da leitura bíblica), mas está fazendo parte do processo que estamos passando no momento.

Seria lindo se ela, aos sete anos, fizesse como a Manuela, que acorda mais cedo do que o necessário para fazer seu devocional. Mas não é a realidade ainda. Até la, vou agindo com as estratégias humanas e deixando que Deus faça o que é espiritual.

O que não podemos fazer é desistir! 🙂

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do Facebook

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 12 anos, e Ana Júlia, 7 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2015 - 2022 - Todos os direitos reservados