Durante a Gravidez

Os desejos da gestante

10 de junho de 2008

Não sei como funciona com outras gestantes, mas comigo os desejos são mais ou menos assim: tudo o que eu ouço falar, eu tenho vontade de comer… Daí eu como e depois não consigo mais olhar para aquilo.

Na sexta-feira passada, acordei por volta da meia-noite, com fome. A minha vontade era comer uma fruta bem suculenta, tipo ponkan ou melancia… Só que não tinha isso lá em casa, pois como estou me mudando essa semana, ainda não fiz compras. Ainda na cama pensei: “bem, vou fazer um arroz doce”.

Levantei com água na boca, desejosa pelo doce e vi que não tinha leite! Fiquei muito frustrada. Comi bolacha de água e sal com queijo.

Mas não é só de desejo que vivo, tenho muita fome, muita mesmo. A cada três horas, meu estômago começa a doer muito e preciso comer alguma coisa. Falei para minha obstetra e a resposta dela foi: “Pois é, você está grávida”.

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − oito =

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem Sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Amo escrever, amo meu marido, amo minhas três filhas e, acima de tudo, amo Jesus. Moramos na Pensilvânia, nos EUA, e, sempre que consigo, gosto de falar sobre minhas experiências, aprendizados e desafios seja na maternidade, na vida cristã ou como imigrante.

Saiba mais

Maternidade Simples 2015 - 2024 - Todos os direitos reservados