Lá em Casa blog maternidade

Para minha Manuela

8 de junho de 2015

Você não é mais um bebezinho fofinho. As pessoas não fazem questão de te visitar. Quando te encontram não correm para te abraçar ou brigam para ver quem vai te pegar no colo. Algumas nem sabem como passar tempo com você!

Você não é fácil de entreter. Não dorme durante o dia. Não faz o que determinamos para você fazer.

Você quer saber o porquê das coisas, questiona, quer ler o que estamos lendo e entender os nossos programas de tevê.

Negocia os legumes, procrastina a lição de matemática, adora a de português. Me chama para as brincadeiras e aventuras mais malucas, quando eu só queria ficar sentada no sofá.

Adora desenhar – e tem muita habilidade. Ama ler e está esperando ansiosamente o Diário de um Banana 6. Faz orações até pelas “pessoas más” e lamenta um pichação feita no muro da cidade: “como eu queria viver num mundo perfeito”. Quer ir para o Egito, para o Pólo Norte, mas para a Disney também.

Não, você não é mais um bebê. Não gosta das roupas que eu escolho e não engole qualquer desculpa.

Você é agora minha companheira. Minha colega de passeio pelo parque ou pelo shopping. Minha ajudante que dá uma mão até quando eu não peço. Minha animadora que me abraça e diz: “eu gosto de te ver sorrindo”

A cada dia que passa, você perde os traços de bebê, mas consegue ficar ainda mais fofa, encantadora e transbordante de amor.

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Amo escrever, amo meu marido, amo minhas três filhas e, acima de tudo, amo Jesus. Moramos na Pensilvânia, nos EUA, e, sempre que consigo, gosto de falar sobre minhas experiências, aprendizados e desafios seja na maternidade, na vida cristã ou como imigrante.

Saiba mais

Maternidade Simples 2015 - 2024 - Todos os direitos reservados