Para Mães e Pais

5 razões para você parar de me seguir no Instagram

16 de março de 2015

Você é mãe e gosta de seguir perfis maternos no Instagram, inclusive o meu? Bem, eu quero te dar algumas razões para você para de me seguir – ou parar de seguir qualquer perfil de mãe que você acompanhe hoje!

1) Você se sente uma péssima mãe. Se você olha uma postagem e se compara comigo, fica pensando que faz algo de errado porque faz diferente de mim, pensa que gostaria de ser como eu. PARE DE ME SEGUIR! O meu perfil – ou qualquer outro perfil materno – não existe para servir de comparação pessoal, muito menos para te fazer sentir-se mal consigo mesma. Você é uma ótima mãe e ninguém na internet tem alguma moral de dizer ou insinuar o contrário. Não coloque ninguém em um pedestal, não aceite isso na sua vida e não deixe que estes sentimentos entrem na sua timeline.

2) Você se sente ofendida com alguma postagem. Perfis maternos – com intenção de ser uma referência entre as mães online – precisar medir palavras. Se alguma vez eu fiz algum discurso de ódio, PARE DE ME SEGUIR. Independentemente do que eu concordo ou não, equilíbrio e respeito são bons para todo mundo, né? A gente pode estar juntas mesmo pensando diferente, contanto que saibamos comunicar isso de maneira bacana.

3) Você não concorda com meu estilo de vida ou com a forma como crio minhas filhas. Se você é uma mãe que não trabalha fora e acha um absurdo eu deixar minha filha no berçário. PARE DE ME SEGUIR! E nem estou falando isso porque eu me preocupo com a sua opinião, mas porque toda vez que você vir um post sobre a minha bebê na escola, você vai ficar com raiva, brava, se sentir indignada. E isso não faz bem para ninguém né? E não é só neste quesito, é em qualquer coisa que eu faça que não bate com suas ideias e te incomoda!

4) Eu vivo uma vida de conto de fadas. Se tudo parece perfeito demais no meu perfil, desconfie. A minha vida não pode ser tão perfeita e se eu só compartilho perfeições, isso pode gerar uma expectativa irreal para você. PARE DE ME SEGUIR!

5) Eu não te acrescento em nada. Faça este teste. Entre no meu perfil e veja os últimos três posts (pode até marcar de fazer isso mensalmente para fazer uma limpa na sua timeline): Você aprendeu alguma coisa? Riu, se divertiu? se identificou e sentiu-se melhor com alguma coisa que faz? Refletiu sobre alguma coisa que nunca tinha analisado? Conheceu algum produto ou serviço que vale a pena? Sorriu ou pensou “own” ao ver alguma imagem fofa? Se você não conseguiu responder nenhum “sim” com base em três posts, PARE DE ME SEGUIR! Não vale a pena, né?


POR QUE SEGUIR UM PERFIL MATERNO NO INSTAGRAM?
Perfis voltados para mães no Instagram – daqueles que valem a pena – precisam:

– Te informar: pode ser com postagens meramente informativas  como faz muito bem a enfermeira Gi @vivamamma ou informações que as mães acabam dando ao compartilhar a rotina de seus bebês, como a Luma @papomaterno faz ao falar do dia a dia a Bia.

– Te inspirar: sim, você pode seguir alguém que faz coisas diferentes (e aparentemente melhor que você) para te servir de inspiração e modelo. Eu sou assim com a Camila @baudemenino, que tem dois filhos de idades muito diferentes e consegue dar atenção exclusiva para os dois porque colocou cada um em um período diferente na escola!! Ou a @tataveronese, que é super gata e faz exercícios junto com a Luiza!! E ainda a Geisa @criansaudavel_ com a alimentação super bacana da Luisa e do Lucas!

– Te mostrar que você é normal: identificação é a palavra-chave. Você se identifica com os problemas, com as angústias? Ouvir desabafos te ajuda a aceitar seus próprios dramas? É  claro que há dias felizes, mas compartilhar dias ruins também podem ajudar a outras pessoas. Quem faz isso lindamente é a Lígia, mãe do Bê @mamaesemcrise. Essa também é uma das razões que a Mirela @demaeparamamae fez (e faz) tanto sucesso!

– Te fazer pensar: Algumas reflexões são muito necessárias para nos ajudar a sermos mães melhores. Por isso, amoooooo os perfis da Cassi e da Thais @things.to.teach e da Roberta @terapiadacrianca.

– Te fazer rir: E tem gente que existe para nos divertir né? Seja com piadas, coisas mega engraçadas da maternidade, outro olhar para as coisas da vida! Amo a ex-gestante bolada que agora é a @mae_bolada,  a @mamaesincera também é o máximo e a única, incomparável e maior diva entre as mães da internet, @franmissmae.

– Te faz pensar “own”: Existe tanta criança linda no Instagram, que ver as fotos delas nos faz mais felizes todos os dias. É o caso da Isabela, filha da Cris @fofuricesdemae, da Alice, filha da Sica @mamaesica, da Sofia, filha da @liviabannwart e muitas outras!

Enfim, se os perfis que você segue não te trazem nenhum bem, deixe-os de lado e seja livre para viver a maternidade do seu jeito. Prometo que não vou ficar chateada se eu estiver na lista “unfollow”.

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Comentários

  1. Jenniffer disse:

    Ótimas dicas, Melina!! Especialmente a primeira… Ainda não sou mãe mas em alguns perfis parece que só há maravilhas e nós achamos que nossa vida é péssima, rs,e isso não deve acontecer. Super apóio dar unfollow em perfis que passam uma perfeição inexistente. Beijo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 2 =

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem Sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Amo escrever, amo meu marido, amo minhas três filhas e, acima de tudo, amo Jesus. Moramos na Pensilvânia, nos EUA, e, sempre que consigo, gosto de falar sobre minhas experiências, aprendizados e desafios seja na maternidade, na vida cristã ou como imigrante.

Saiba mais

Maternidade Simples 2015 - 2024 - Todos os direitos reservados