Durante a Gravidez

Um tempo só meu

12 de abril de 2011

Semana passada, fui visitar uma amiga que ainda é mamãe fresca. O bebê lindo dela esta com menos de um mês e fui conhecê-lo. Só que foi uma visitinha rápida, o objetivo mesmo era levá-la passear. Fomos no shopping, passear e fazer a unha, enquanto o filhote ficou com o papai.

Eu lembrei como é exaustivo ficar em casa “sem fazer nada” nesses primeiros meses do bebê. Sei que a gente faz muita coisa: dá de mamar, troca fralda, faz dormir, dá de mamar, troca fralda, faz dormir, toma banho de três minutos, etc. Mas quem já passou por isso sabe como é cansativo… A gente se sente presa e completamente pressionada pela função, afinal, aquele bebê é completamente dependente de nós.

Quando eu tinha acabado de ter a Manuela, fiquei na casa da minha mãe por uma semana… Além disso, sempre vou lá aos finais de semana e ela mora bem em frente a um supermercado. Então, quando eu chegava lá, dava de mamar, deixava a Manu com a minha mãe e ia no mercado comprar qualquer coisa que estivesse precisando. Passeava pelos corredores, via todos os produtos e nem ligava se tivesse fila no caixa. Como era bom poder ser só mais uma na multidão, sem me preocupar com qualquer choro ou barulho de criança…

Parece horrível para quem nunca viveu essa fase, mas garanto que toda mamãe fresca sabe o que estou falando. Afinal, a gente ama nosso filho mais do que tudo, mas às vezes só precisamos de uns 10 minutinhos para relaxar, nem que seja fazendo compra do mês no intervalo entre as mamadas!

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do Facebook

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 9 anos, e Ana Júlia, 4 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2017 - Todos os direitos reservados