Lá em Casa

Valorize sua casa e sua família

18 de fevereiro de 2019

A gente sempre tem tempo para o amigo que precisa.

A gente encontra paciência para falar amavelmente com o vizinho que precisa de informação.

A gente arruma mesa linda para as visitas.

A gente gasta muito dinheiro para fazer planos com aqueles amigos especiais.

A gente veste a melhor roupa para as festas.

A gente acorda mais cedo quando temos um compromisso do trabalho.

A gente deixa a família com as sobras. O que sobrou do tempo, da paciência, do visual, do bom humor, da grana.

Em casa, falta a amabilidade que sobrou com o vizinho, falta o bom ânimo que despejamos sobre os amigos, falta a organização de tempo que despendemos com o trabalho.

Eu sei, a vida é corrida e difícil para todo mundo. Para mim, inclusive.

Mas eu não consigo entender por que nos esforçamos tanto para os amigos, o chefe, o atendente desconhecido da padaria (e acho que a gente tem que se esforçar para essas pessoas, sim), mas nosso cônjuge e filhos têm que lidar com a nossa pior versão – e mais, “eles têm nos amar do jeito que somos”. Quem mais amamos, quem mais nos ama, quem construiu e constrói a vida conosco, quem divide o nosso cotidiano. São essas pessoas que merecem nosso melhor.

Seja amável com todos que puder, leve alegria ao ambiente de trabalho, seja atencioso como porteiro, seja simpático com o idoso na fila do mercado. Mas seja infinitamente mais de tudo isso dentro de sua casa com as pessoas mais importantes da sua vida.

Valorize sua família. De verdade. De coração. Todos os dias!

{A foto é da Jei www.registreseusamores.com}

valorize sua família

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Comentários

  1. Diego disse:

    Muito interessante o que você disse. Nunca tinha percebido essa questão usando seu ponto de vista, faz todo sentido.
    Temos que valorizar muito nosso lar. Obrigado por compartilhar essa reflexão :-)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do Facebook

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 9 anos, e Ana Júlia, 4 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2017 - Todos os direitos reservados