Lá em Casa mãe mais paciente

A palavra gentil e o falar amável na criação de filhos

18 de fevereiro de 2019

“A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira” Provérbios 15:1

Amo esse provérbio porque nos ensina que responder com calma é a saída para terminar qualquer discussão. Sério, experimente responder gentilmente quando uma pessoa vier brigar com você. É impressionante como funciona.

Porém, quero focar na outra parte, sobre como a palavra dura, ríspida, grosseira desperta a ira. E isso é em todos os relacionamentos, inclusive com as crianças!

Entre as mudanças que fiz aqui em casa (aquelas que geraram tanta repercussão – da mãe que gostaria de ser) está o falar amável! Muitas vezes, eu falo exatamente a mesma coisa apenas com um tom de voz diferente.

É impressionante como uma ordem simples, como “filha, guarde seu brinquedo”, pode ter respostas tão diferentes de uma criança de 4 anos.

Seja duro e ríspido na sua ordem e você tem grandes chances de despertar o mini hulk. Mas, ainda que seu filho já tenha aprendido a se controlar melhor externamente, esse modo de falar pode estar despertando a ira no coração da criança. Ela não demonstra, mas internamente isso prejudicou um pouco o relacionamento entre pai/mãe e filho.

Na hora de falar algo (ainda que não seja a primeira vez) experimente falar com um tom de voz amável. E veja como a criança, a casa, o relacionamento e, principalmente, VOCÊ vão experimentar mais paz no dia a dia.

Acredite: você merece essa paz e só você pode construir, partindo de dentro de si!

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Comentários

  1. Shirley Moura disse:

    Aqui igual! Minha Laura tem 3 anos. Neste fim de semana tivemos um almoço em família e eu já recomendei antes de sair de casa:”Chegando na casa da vovó, cumprimente todo mundo com um “Oi”, não precisa beijar e nem abraçar as pessoas,se não quiser.”
    Não teve beijo, abraço e nem Oi…ela não quis falar com ninguém e ainda ficou emburrada um tempão,se escondendo atrás de mim e do pai…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do Facebook

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 9 anos, e Ana Júlia, 4 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2017 - Todos os direitos reservados