fbpx
Para Mães e Pais

Capacidade de adiar recompensa: por que e como ensinar ao seu filho

17 de dezembro de 2021

Outro dia, saímos de uma programação bem cansativa no shopping e a Ana Júlia estava reclamando “ai que sede, ai que sede”. Eu ia parar e comprar água, mas antes disso, passei em uma loja para retirar um produto e ainda passei no banheiro.

Quando entramos no banheiro, a Ana falou “estou com tanta sede que vou tomar água da pia”. Eu abaixei, olhei dentro dos olhos e dela e disse “filha, calma. você não vai morrer de sede nesses minutos. Eu também estou com sede. Você CONSEGUE esperar”. Saímos dali e compramos a água (em menos de 15 minutos da primeira reclamação)

A gente precisa treinar nossos filhos a esperarem, não só por “obrigação” (porque afinal, eu que iria dar ou não água para ela), mas também por opção. Eles precisam aprender que não são escravos dos seus impulsos e desejos. Isso é libertador!

A disciplina, regras e limites são ferramentas maravilhosas de ajudar nossos filhos a desenvolverem essa capacidade de adiar recompensas. Não deixe de ensinar! O futuro do seu filho agradece!

Mas o que é a capacidade de adiar recompensas?

A capacidade de adiar recompensa é uma habilidade socioemocional de grande valor para a vida. De maneira simples, é a capacidade de dizer não para um prazer momentâneo, em prol de algo melhor ou mais importante no futuro.

Por exemplo, o dizer “não” para o brigadeiro agora pelo prazer de entrar naquela roupa daqui um mês; ou dizer “não” para o cinema com os amigos hoje para poder estudar e passar no vestibular no final do ano. E assim por diante.

Mais do que momentos pontuais, a capacidade de adiar recompensas nos faz lidar melhor com obrigações do cotidiano, como acordar cedo para ir trabalhar ou lidar com as dificuldades específicas da vida de mãe.

Já é consenso que as habilidades socioemocionais devem ser ensinadas o quanto antes para as crianças, para o seu próprio bem. Isso inclui a capacidade de adiar recompensas.

Como ensinar a capacidade de adiar recompensas?

Limite o tempo de exposição às telas. O entretenimento pronto (TV, games, tablet, celular) trazem recompensas imediatas e torna a criança e o adolescente mais intolerante à espera, à frustração e até à realização de tarefas simples que não trazem recompensa imediata.

Estimule o planejamento financeiro. Ajude seu filho a planejar o que ele deseja comprar e economizar para isso.

Resista à tentação de dar presentes a toda hora. Guarde para ocasiões especiais.

Não tenha medo do “NÃO”. A criança precisa saber quando a resposta é negativa para algo que ela quer e isso é fundamental para ela aprender a lidar com a frustração de suas vontades.

Leia também

Cartões e jogos para educação emocional.

Como ajudar meu filho a lidar com as frustrações e outras emoções

 

 

 

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do Facebook

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 12 anos, e Ana Júlia, 7 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2015 - 2022 - Todos os direitos reservados