Para Mães e Pais Como ajudar meu filho a lidar com a frustração? Um pequeno guia de educação emocional.

Como ajudar meu filho a lidar com a frustração (e outras emoções)?

13 de junho de 2021

Todo pai se questiona: como ajudar meu filho a lidar com a frustração – e outras emoções intensas? Por isso, resolvi deixar aqui um “pequeno guia de educação emocional”, com os passos que aprendi a aplicar aqui em casa.

A educação emocional é um processo que precisa de consistência e dedicação. O mais importante é sempre lembrar que as reações exageradas do seu filho precisam de acolhimento, mas também de correção.

Acolha, ensine, oriente… é um presente inestimável para as futuras gerações!

Como ajudar meu filho a lidar com a frustração? Um pequeno guia de educação emocional.

A primeira coisa importante é lembrar que nossos filhos estão aprendendo tudo sobre o mundo e sobre si próprios, inclusive sobre suas emoções e como se relacionar com elas.

Portanto, educar emocionalmente também é um papel dos pais.

Passo 1: Nomeie a emoção

Fale à criança o que ela está sentindo. A criança ainda não sabe nomear aquelas sensações estranhas que estão percorrendo seu corpo e mente.

“Filho, você está chateado porque eu disse NÃO para aquilo que você queria fazer.”

Passo 2: Conecte-se à criança

Diga à criança que você também tem aquele sentimento em algumas situações; é reconfortante saber que não estamos sozinhos.

“Eu entendo você. Eu também fico chateada quando não consigo fazer o que planejei.”

Passo 3: Corrija a reação errada

Aceitar todas as emoções não significa aceitar todas as reações. Corrija a criança explicando qual ações dela foram inadequadas.

“Mas não podemos gritar, jogar as coisas ou bater nos outros porque estamos frustrados.”

Passo 4: Oriente para a reação aceitável

Nosso papel na educação é corrigir o errado, mas também – e principalmente – mostrar o certo. A criança não pode reagir como quiser, como reagir então? Explique a ela.

“Você pode respirar bem fundo, me dar um abraço, rabiscar em um papel, ir para seu quarto até você se sentir melhor…”

Atitude constante: Fale sobre emoções

No seu dia a dia, ensine sobre emoções, converse sobre sentimentos, ajude a criança a identificar sensações, explique quais são as saídas aceitáveis para situações desafiadoras, leia livros que falem sobre o tema. Você pode gostar desse post: Cartões para jogos de educação emocional. Tem arquivo de cartões para imprimir e link para o vídeo com sugestão de brincadeiras e jogos.

Leia também

Como ensinar a criança a lidar com a frustração

“Eu não consigo me controlar”. Educação emocional e espiritual para as crianças

Compreender não significa aceitar o comportamento errado

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − 2 =

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem Sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Amo escrever, amo meu marido, amo minhas três filhas e, acima de tudo, amo Jesus. Moramos na Pensilvânia, nos EUA, e, sempre que consigo, gosto de falar sobre minhas experiências, aprendizados e desafios seja na maternidade, na vida cristã ou como imigrante.

Saiba mais

Maternidade Simples 2015 - 2024 - Todos os direitos reservados