Para Mães e Pais depoimento gravidez não planejada

{Depoimento} Minha gravidez não planejada

9 de fevereiro de 2015

Uma das coisas mais legais que o Instagram me trouxe foi conhecer famílias muito bacanas, mães fantásticas e crianças fofas além da conta. Este é o caso da Simone, do perfil @mamaesica, mãe da Alice, de longe uma das crianças mais lindas que já vi na vida!! Um dia, ela comentou por lá, que nunca tinha pensado em ser mãe, mas o susto de uma gravidez não planejada não a impediu de ser uma mãe maravilhosa e amar a sua pequena profunda e inexplicavelmente.

Ela topou contar para gente como foi este misto de emoções de descobrir que estava grávida e como é hoje a melhor mãe que a Alice poderia ter. Não esqueça: um filho pode vir sem ser planejado, mas abra seu coração e ele vai transformar sua vida para melhor.

“Meu nome é Simone Pena, tenho 28 anos, sou Redatora de Moda e Beleza e atualmente sou mãe em tempo integral da pequena Alice, de 1 ano e 4 meses.

gravidez não planejada

Desde pequena a grande maioria das mulheres sonha com o casamento e a maternidade, mas este nunca foi o meu caso. Sempre fui mais independente, gostava de estudar, comecei a trabalhar cedo para ganhar meu próprio dinheiro e coisas do tipo. Em 2009 fui morar com meu namorado e definitivamente não tínhamos intenção de sermos pais. Ambos pensávamos em sair com os amigos, viajar, investir na carreira e tudo mais que um casal jovem, e sem filhos, gosta de fazer. No final no ano de 2012 saímos de férias e voltamos no meio de janeiro de 2013 com vários planos em mente, entre eles ir morar na Califórnia por um tempo.

Como descobri que estava grávida

Perto do dia 23/01, eu tinha 26 anos na época, comecei a achar estranho que ainda não tivesse descido para mim, pois geralmente meu ciclo era de 25 a 27 dias, e minha data da última menstruação tinha sido 23/12. Eu não estava tomando anticoncepcional, mas sempre usávamos camisinha e após um pequeno deslize (férias, praia, sol, brisa…hahaha, sabe como é) tomei imediatamente a pílula do dia seguinte. Meu seios estavam meeeega doloridos, como nunca antes, e eu estava com o olfato muito sensível (nunca me esqueço de uma amiga que estava comendo doce de banana perto de mim no escritório e parecia que ela tava comendo lixo! hahaha).

Bom, contei ao meu marido sobre minha desconfiança e então compramos o teste de farmácia que deu positivo NA HORA que eu fiz o xixi. Sério, foi instantâneo. Até comprei outro pq achei que estivesse quebrado (eu nunca tinha feito um teste antes!). Os dois deram positivo e no dia seguinte fui fazer o de sangue que confirmou a gravidez. Meu Beta HCG deu 1718! Pensei até que fossem gêmeos. Já pensou? Eu, grávida, de gêmeos, sem planejar, sem tentar, sem querer, tomando pílula do dia seguinte? Oh God, era demais pra minha cabeça.

Minha reação e a do meu marido sobre a gravidez não planejada

A gente não estava acreditando no que estava acontecendo! Era tudo muito novo e desconhecido. Eu estava com medo, pois eu fumava, bebi muito nas férias, nunca tinha tomado ácido fólico e todos esses cuidados que as mulheres tomam antes de engravidar. Mas em momento nenhum eu surtei, eu só conseguia sentir uma felicidade imensa e meu marido também. Tiramos uma foto assim que soubemos do resultado do exame e nesta foto está estampada a cara de bobo dos dois. Sim, fomos pais babões desde o primeiro instante! Eu só conseguia agradecer a Deus por ter me dado esse presente, pois não há outro nome.

Nunca tentamos engravidar, nunca tivemos frustrações de tentativas em vão como muitos casos (incluindo o da minha melhor amiga que ficou um bom tempo tentando engravidar, fez tratamentos, etc e conseguiu depois de um bom tempo), não sofri abortos, minha filha me escolheu para ser sua mãe, e tudo o que eu podia fazer era ser a melhor mãe do mundo para ela.

gravidez não planejada

Minha gravidez

Minha gravidez foi tranquila, Alice sempre se desenvolvendo muito bem. Eu não enjoei, não tive inchaços, engordei relativamente pouco (12,5kg), apenas tive placenta baixa durante quase toda gravidez, o que me impediu de fazer exercícios e redobrar o repouso nas últimas semanas. Trabalhei até as 36 semanas de gestação. Dirigia quase 12km todo dia, mas sempre tomando cuidado e torcendo pra não entrar em trabalho de parto no meio da Marginal Pinheiros com o Datena narrando o episódio, hahahaha.

A chegada da Alice

gravidez não planejada

Alice nasceu dia 25/09/2014 de cesariana, no Hospital São Luiz, em São Paulo. Eu nunca me senti tão calma e segura. Nem a picada da anestesia eu senti. Acho que meu anjo da guarda estava comigo o tempo todo, dizendo que tudo ia dar certo e que eu estava prestes a conhecer a verdadeira felicidade. E foi o que aconteceu… Minha vida ficou completa. Parece clichê, mas não é bobagem. Agora eu tinha alguém por quem viver e lutar, alguém que precisava tanto de mim que era hora de eu mostrar o meu melhor, e foi isso o que eu fiz.

Fiz questão de amamentá-la mesmo com os meus mamilos em carne viva, cuidei dela sozinha desde o primeiro momento. Minha mãe e meu marido me ajudaram muito nos primeiros dias, mas eu quis matar essa bola no peito e encarar a maternidade na carne mesmo. Não tive e não tenho babá ou empregada, eu que cuido da casa e da Alice. Larguei meu emprego, pois não tive coragem de colocá-la numa creche e resolvi encarar o desafio de ser full-time mom! Tenho orgulho de nunca ter dormido um dia longe dela, ter acompanhado todas as refeições, os choros, as manhas, tudo. Eu escolhi ser uma mãe presente, ser a melhor mãe que eu pudesse ser. Claro que não sou melhor em tudo, e nem pretendo ser, mas sou a mãe que ama, que cria, que brinca, que dá bronca, que está 24 horas ao lado da minha pirulitinha.

Acredito que nada é por acaso. Eu não escolhi ser mãe, mas a Alice quis que eu fosse. Então por ela, e por nossa famiília, eu escolhi ser uma pessoa melhor a cada dia. E continuo tentando… Tem um trecho de um texto que escrevi que define bem isso: “Muitos vão dizer que filhos não são para eles, e eles não estão errados. Filhos também não eram pra mim. Os filhos só são para a gente quando a gente passa a tê-los. São pra quando a gente permite amar mais do que tudo. Mais do que a nós mesmos…”

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Comentários

  1. Barbara Vanzo disse:

    Sicaaaa. Péra que atacou a rinite aqui, vou pegar um lencinho. <3 <3 <3

    1. Simone Pena disse:

      Hahahaha, fofa!!! Obrigada pelo carinho! <3

  2. Juliana Toledo disse:

    hunf! e a gravida chora!!!!
    lindo isso Si! e sem dúvidas vc é uma mãe maravilhosa!!!

    1. Simone Pena disse:

      Ahhh Ju, olha quem fala, né?! Uma das mães mais lindas e queridas que já vi!

  3. Luxah disse:

    “Os filhos só são para a gente quando a gente passa a tê-los.”
    Perfeito, Sica! Parabénns pela mae maravilhosa que eh… Nos sabemos a labutacdiaria que eh ser mae, nem sempre eh facil, mas se realizamos com amor, fica mais prazeiroso de se fzer…lindas!

    1. Simone Pena disse:

      Obrigada, Luuu!!! ❤️

  4. Natalia Contave disse:

    Coisa linda, amiga! Meu orgulho por vc e pela mãe que vc se tornou só aumenta a cada dia! Amo vc e a família que vc construiu. E claro, a Alicinha é a melhor sobrinha que eu poderia ter. Obrigada por ter dado esse amor tão lindo e grandioso pra gente! <3 ;*

    1. Simone Pena disse:

      Ná, eu que agradeço por vc ser essa amiga incrível que está sempre ao nosso lado! Vc é maravilhosa! Te amo!!!!

      1. Natalia Contave disse:

        Amo vcs!!!

  5. Janaynee Fernandes disse:

    Liiindoooooo

    1. Simone Pena disse:

      Obrigada, linda! ❤️

  6. Laiz Malafaia disse:

    Lindo Sica! Adorei… Maternar é tudo isso e mais um pouco! Vc é ótima! Tenho vontade de te conhecer pessoalmente! ;)

    1. Simone Pena disse:

      Ahhh La, obrigada pelaa palavras! Tb sou doida pra conhecer vc e a Lulu pessoalmente! ❤️

  7. Cris G. disse:

    Aaaahhh que relato mais lindo e super emocionante!! Si, você é uma mãe maravilhosa!! Pago ou mesmo e fico muito feliz pela Alice! Que bom que a Pirulita te escolheu (como vc gosta de dizer)!! A maternidade é mesmo transformadora. Especialmente para quem permite isso. E a tua entrega é admirável! Aaah, e a Alice é mesmo uma das crianças mais lindas que já pintaram nessa interwebs! Puxou a mames!!

    (Depois te mando a conta dos lencinhos!)
    :P

    1. Simone Pena disse:

      Hahaha ai Cris, só vc… Vc enche a minha bola! Obrigada pelo apoio de sempre!!! E pelo carinho enorme … Beijos em vc e na jujubinha mais amada desse mundo!

  8. Kathi mamãedetravesso disse:

    Ah, que lindo Sica!!!! Só você para me fazer emocionar em plena madrugada… Sua história é linda e cheia de amor. Que bom que a Alicinha te escolheu para ser mamãe, ela acertou em cheio, você é uma mamãe maravilhosa. E o resultado de tanto amor não podia ser diferente, uma menininha linda, cheia de fofurinhas e com um sorriso encantador. Bendita hora em que achei essa família linda no insta. Muita felicidade para vocês

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + três =

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Amo escrever, amo meu marido, amo minhas três filhas e, acima de tudo, amo Jesus. Moramos na Pensilvânia, nos EUA, e, sempre que consigo, gosto de falar sobre minhas experiências, aprendizados e desafios seja na maternidade, na vida cristã ou como imigrante.

Saiba mais

Maternidade Simples 2015 - 2024 - Todos os direitos reservados