Lugares e Produtos universal studios com criança pequena dicas disney

Dicas Disney com crianças: Universal e Island of Adventures

20 de agosto de 2018

Na nossa última viagem para a Disney, em 2018, pegamos três dias para aproveitar os parques Universal: Universal Studios e Island of Adventure. Na primeira vez que fomos, todo mundo disse “dá para fazer os dois parques da Universal em um dia” e me arrependi. Dessa vez, fiquei ainda mais aliviada de ter pego três dias de ingresso. Isso porque as filas estavam enormes.

universal studios com criança pequena dicas disney

Só para situar: os parques da Universal não são “parques da Disney”. São parques em Orlando (aliás, na parte mais turística de Orlando) e a gente acaba incluindo no pacote de “viagem para Disney”. Confira os destaques do parque na minha opinião, lembrando que já fui para a Disney com bebê (Ana Júlia estava com 1 ano e 10 meses da primeira vez) e agora com criança pequena (4 anos). Manuela tinha respectivamente, 7 e 9 anos, em cada viagem.

Destaque dos brinquedos no Island of Adventures

*Não estão todos aqui, apenas os que eu considero mais relevantes – ou que foram mais relevantes para nossas viagens.

Seuss Landing: Essa área fica à direita assim que a gente entra no Island of Adventures. E é muito legal para as crianças pequenas. Quando fomos para a Disney com a Ana bebê aproveitamos muito e, dessa vez, novamente. No nosso segundo dia de parque, ela ficou animadíssima para voltarmos lá.

universal studios com criança pequena dicas disney

Seuss landing. Foto de 2016

Essa área, específica do Dr. Seuss – personagem muito conhecido das crianças norte-americanas – tem 4 brinquedos próprios para as crianças menores. Além de ser linda e super colorida. Se você estiver em um grupo com uma galera mais radical, uma dica boa é se separar. Ao entrar no parque, os radicais pegam à esquerda e vão para a montanha-russa do Hulk e a outra parte passa o tempo ali na Dr. Seuss Island.

Marvel Super Hero Island: À esquerda da entrada, fica a área dos super-heróis. Tem montanha-russa do Hulk que dizem que é sensacional. A Manuela foi e disse que não queria ir mais. Eu não fui porque não queria ir sozinha e não tínhamos um outro adulto para fazer o child swap. Mas meu marido amou! A fila é grande. Então, tente acompanhar pelo aplicativo para escolher um horário melhor.

Nessa mesma área tem o “elevador” do Dr. Doom – uma torre que cai. Meu marido disse que é mais radical que o Tower of Terror do Hollywood Studios. O simulador do Homem-Aranha também fica aqui e é super divertido! Manuela foi aos 7 anos e amou. Ana Júlia nunca foi.

universal studios com criança pequena dicas disney

O Storm Force Acelleration é um brinquedo que lembra a xícara maluca. Mas é muito mais divertido!! Sério. Eu e as duas meninas fomos enquanto esperávamos o papai na montanha-russa do Hulk. Não tinha fila e elas amaram!

Toon lagoon: É uma área essencialmente com brinquedos que molham – MUITO! Em 2016, parte do grupo foi. Em 2018, não deu nem para pensar em ir porque estava bem mais frio (na mesma época do ano). Ali também você encontra muitos cenários divertidos para foto: aproveite!

Brinquedo do King Kong: É um simulador que mistura real com virtual. Você entrar em um carro, mas usa óculos 3D para interagir. É divertido, intenso, mas ficamos tanto tempo na fila que sabe quando você nem curte tanto o brinquedo? Pois é! Ana Júlia aos 4 anos foi também. Ficou um pouco tensa, mas deu tudo certo. Ah, a fila é assustadora – mais que o brinquedo. Então fique ligado com as crianças pequenas.

Jurassic Park: gente, eu amo Jurassic Park. Quando a gente chega nessa área, a música-tema fica tocando ao fundo e dá vontade de chorar, sério. Ali tem um brinquedo de água – que nunca fomos. Além disso, tem o Pteranodon Flyers, que é um dos brinquedos mais incríveis da vida. Você “voa” por sobre o parque. Só pode ir adulto se estiver acompanhando uma criança dentro da altura permitida. Atenção: a criança vai sozinha na cadeira. O adulto vai em outra cadeira atrás. Achei que a Ana ia assustar, mas ela curtiu muito!

universal studios com criança pequena dicas disney

Ali tem também uma grande área estilo parquinho que as crianças se divertem. Reserve pelo menos uns 15 minutos para elas explorarem por ali. Também visite o Jurassic Park Discovery Center, um espaço fechado com algumas atividades para os pequenos. Vale a pena separar mais uns 10, 15 minutos para eles passearem por ali.

É nessa parte que você também tira algumas fotos emblemáticas, como aquela com o carro e o Tiranossauro Rex.

universal studios com criança pequena dicas disney

A cara da Ana Júlia está DEMAIS!

Outra foto clássica é com o velociraptor que te assusta. A gente fica na fila vendo ele assustar as pessoas e rindo delas. Daí chega a nossa vez e a gente se assusta igual! Hahahahahahah.

via GIPHY

Mundo do Harry Potter: A área do Harry Potter do lado do Island of Adventure tem um simulador dentro do castelo que eu nunca fui. Mas o cenário é demais de lindo. A gente gosta mesmo  do Flight of the Hippogrif, uma montanha-russa menor, mas muito divertida.

universal studios com criança pequena dicas disney

É muito legal ir de um parque ao outro com o trem do Harry Potter. Para isso, você precisa apresentar um ingresso do tipo park-to-park para embarcar no trem. Não jogue fora depois de entrar no parque, rs. Eu nunca li nem assistir aos filmes e já acho a “viagem” muito legal. Imagino para que quem é fã seja ainda mais divertido.

Destaque dos brinquedos no Universal Studios

Como você vai pegar o trem para ir de um parque para o outro, sugiro que você faça o roteiro de um dia considerando atrações dos dois lados. E NÃO, um dia só não é o suficiente.

Simulador dos Minions. É um dos meus brinquedos favoritos. É intenso, agitado, divertido, mas a Ana Júlio não gostou. Mesmo passando na altura.

Shrek 4D. É um cinema 4D e eu achei muito chato. Além de ser em inglês e as crianças não entenderem tão bem. Para mim, foi tempo perdido.

Hollywood Hip Ride Rockit. É uma montanha-russa bem radical. Eu não fiz questão de ir. Tem um gramado na frente desse brinquedo, delícia para deitar e dar uma cochilada!

universal studios com criança pequena dicas disney

No gramado!

Simulador dos Transformes. Está empatado entre os meus brinquedos favoritos! Ele é demais de divertido.

Simulador do Jimmy Fallon. É divertido também. Mas quem passa mal em simuladores pode não curtir.

Revenge of the Mummy. É uma montanha- russa em área interna. Eu achei bem divertida, mas ela é bem intensa!!

Men in Black: É um jogo bem divertido em que você entra em um carrinho para matar ETs. É muito legal!!

Simulador dos Simpson: Todo mundo me disse que era de passar mal, então nem quis ir. Marido e Manuela foram e disseram que é “legalzinho”, rs.

universal studios com criança pequena dicas disney

“Mame, tira uma foto minha com o menino de óculos?”

Brinquedo dos ETs dos Simpsons: Esse a Ana Júlia amou porque é um daqueles “sobe-e-desce”.

A day in the park with Barney: Esse é um brinquedo OBRIGATÓRIO PARA QUEM VAI PARA A DISNEY COM BEBÊ. É um brinquedo fechado com muitas atividades para os pequenos. Sério, reserve uns 30 minutos para as crianças se divertirem. É tão específico que tem até limite de altura máxima.

universal studios com criança pequena dicas disney

universal studios com criança pequena dicas disney

Curious George Goes to Town:  Segunda área obrigatória para os pequenos. Reserve pelo menos 30 minutos também. Se estiver calor, aproveite as áreas molhadas. Tem bastante coisa legal. Lá dentro tem um brinquedo de ficar jogando bolinhas de espuma. Todo mundo se diverte muito!!

universal studios com criança pequena dicas disney

 

universal studios com criança pequena dicas disney

Montanha-russa do Pica-pau: Montanha-russa bem de leve, mas divertida. Ideal para testar o nível de emoção dos pequenos.

Fievel’s Playland: Mais um “parquinho” voltado para os menores. Eles se divertem bastante aqui!

universal studios com criança pequena dicas disney

E.T. Adventure: A gente “sobe numa bicicleta” para ajudar a salvar o ET. É super simples – porque é super antigo – mas a Ana Júlia amou. Pediu para ir de volta! Outro dia, meses depois da viagem, falou “né que eu ajudei a salvar o ET?”.

Pontos fracos Universal

Na nossa segunda viagem, fiquei um tanto decepcionada com o atendimento mais grosseiro da maioria dos atendentes e também porque vi várias coisas “quebradas”. O nível de excelência deles caiu, principalmente em comparação com os parques Disney.

Express/ fura fila Universal: Enquanto na Disney todo mundo tem direito a três fastpass, no Universal o fura-fila é chamado Express e é pago. E como não tem limite, quem tem vai loucamente em todos os brinquedos e as filas tradicionais aumentam bastante.

Child swap: Esse é aquele revezamento que a gente faz para um adulto ir no brinquedo enquanto outro fica com a criança. Na Disney, esse é ótimo porque você recebe um “ticket” de retorno logo na entrada do brinquedo. Então, você pode ir passear com a criança menor em outra atração ou mesmo ficar com ela dormindo no carrinho lá fora.

Na Universal, entretanto, você obrigatoriamente fica na fila – grande ou não – até a hora de entrar no brinquedo. Daí, vai para uma “salinha” e depois retorna à atração. Super desagradável para a criança que aguenta a fila toda e não brinca (além de os adultos terem que administrar o tédio).

Alimentação

Comemos bobagem os dois dias: num dos dias almoçamos hambúrguer na área do Jurassic Park. No outro, comemos no restaurante dos Simpsons. Esse segundo lugar é muito bacana porque tem várias opções diferentes de comida: hambúrguer, frango, peixe, saladas, frutas, sucos… Várias coisas! Ah, e não deixe de experimentar o donut gigante rosa. É delicioso!

Diversos

Não esqueça de entrar no mundo escondido do Harry Potter – que fica no Universal. Lá tem o dragão que cospe fogo. É sensacional.

Esses parques não tem shows ou paradas que sejam muito legais. Mas vale ficar atento aos horários para tentar pegar atrações com menos fila.

Dicas gerais para ir ao Universal com crianças

Organize o itinerário: Organize sua visita no parque por áreas. Isso ajuda a pensar melhor no seu itinerário de brinquedos.

App Universal: Se você está programando ir para a Disney, você pode baixar o aplicativo para celular para ter uma ideia das atrações com mais filas.

Mapa: Lembre-se de pegar o mapa na entrada do parque e também o papel com os horários dos shows. Você encontra mapa em português!

Agência: Compramos a parte terrestre da viagem com a Colagem Travel (www.colagemtravel.com), agência de brasileiras que moram nos EUA. Elas são fantásticas e me ajudaram imensamente em 2016 e agora.

Entrada e estacionamento: Os parques têm estacionamentos enormes. Ou seja, você vai chegar e irá caminhar bastante para chegar até a entrada do parque. A dica é fotografar a placa com a fila e número em que estacionou.

Aluguel de carrinho de bebê em Orlando

Lembrando aquela dica amiga: vai com criança ou bebê para a Disney? Tenha carrinho para passear em Orlando. Com as cotas reduzidas de bagagem despachadas, levar o carrinho daqui está mais difícil, principalmente para quem tem criança maior que não usa mais no dia a dia.

Por isso muita gente decide comprar um carrinho guarda-chuva lá nos EUA para usar nos parques gigantes. Realmente, você encontra opções a partir de US$ 19, mas são desconfortáveis tanto para as crianças quanto para os pais. Além de aguentarem pouco peso.

A dica é alugue um carrinho em OrlandoNa WorldStrollers (www.worldstrollers.com) você aluga carrinhos ótimos (e cadeirinhas para carro também) com um preço super em conta. Eles entregam em qualquer lugar da cidade e você pode conhecer as opções e fazer a reserva pelo site. Na hora de reservar, use o código MATERNIDADESIMPLES10 e você garante 10% de desconto no serviço.

O que eu achei de mais legal: tem carrinho que aguenta até 34kg, ou seja, as crianças maiores podem usar.  Ou  Manuela, aos 7 anos, na viagem da Disney em 2016, usou o carrinho da Ana de tão cansada que estava em um dos dias. Outra opção são os carrinhos de gêmeos para usar com os irmãos! Vale a pena conhecer: World Strollers.

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do Facebook

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 9 anos, e Ana Júlia, 4 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2017 - Todos os direitos reservados