Para Mães e Pais xixi na cama enurese

Meu filho faz xixi na cama

27 de fevereiro de 2019

Você sabia que cerca de 15% das crianças com mais de cinco anos fazem xixi na cama? Pois é. Então, se seu filho faz xixi na cama (e estamos falando de crianças que já passaram com sucesso pelo desfralde noturno), é importante procurar um profissional de saúde.

Por que a criança faz xixi na cama?

Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia, o problema é conhecido como enurese – condição caracterizada pela perda de urina durante a noite de maneira involuntária.

E isso pode acontecer por diversos fatores:

  • Fatores genéticos realizados à quantidade de urina que a criança produz à noite
  • Disfunção da bexiga
  • Situações de estresse emocional

Como lidar quando meu filho fizer xixi na cama?

A primeira coisa mais importante é saber que isso é involuntário. Ou seja, a criança não deve ser punida como se estivesse fazendo uma malcriação. A criança está sofrendo possivelmente tanto quanto os pais. E, normalmente, sente-se envergonhada com o que está acontecendo. Por isso, o urologista Atila Rondon explica que os pais entendem a enurese como falha no processo educacional dos filhos, o que não é verdade.

O apoio da família é fundamental para o sucesso no tratamento. “Quem sofre de enurese precisa ser atendido por profissional especializado. O xixi na cama é uma realidade, mas ainda continua sendo tratado como se fosse um grande segredo de família”, diz Profa. Dra. Cacilda Andrade de Sá, da Faculdade de Medicina da UFJF e Coordenadora do serviço de Psicologia do Ambulatório de Enurese do Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora (HU-UFJF).

Segundo a Sociedade Internacional de Continência em Crianças (ICCS), a punição não apresenta nenhum benefício terapêutico para a enurese. Ou seja, submeter a criança a qualquer tipo de bronca ou castigo não resolve o xixi na cama. Pior ainda, esta conduta tende a aumentar a ansiedade e outros efeitos psicológicos sobre a criança, o que pode piorar consideravelmente a situação.

Ou seja, procure seu médico o quanto antes!

 

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do Facebook

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 10 anos, e Ana Júlia, 5 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2017 - Todos os direitos reservados