Lá em Casa

Minha amiga, a chupeta

5 de abril de 2011

E a saga de tirar a chupeta continua…

Era domingo à noite, mais de 23h. A Manuela estava no berço e a última coisa que meu marido falou para ela foi: “Hoje você vai dormir sem chupeta. Você já é grande!”.

Deitamos na cama, as portas dos quartos abertas e, em vez de chorar ou pedir a “pepê”, a Manuela começou o falatório:
– Mamãe, quero fazer xixi.
– Papai, quero passar creme.
– Mamãe, vem aqui conversar comigo.
– Papai foi embora. Mamãe foi embora.
– A barata diz que tem sete saia de filó, é mentira da barata ela tem é uma só. Hahaha, hohoho, ela tem é uma só!

Depois da música e toda essa falação, desistimo e demos a chupeta para ela, com o acordo de tentar novamente no sábado seguinte. Ainda não tentamos, mas confesso que apesar de querer, não quero (risos).

A verdade é que a Manuela só usa a chupeta para dormir desde um ano, mas ela pega a chupeta, deita no berço e fica quietinha até dormir (seja na soneca da tarde ou à noite). Às vezes, acorda de madrugada, encontra a “pepê” e volta a dormir. Tem vezes, ainda, que ela acorda muito cedo no final de semana e é só dar o bico que ela dá mais uma cochiladinha. Por que eu vou querer tirar a chupeta dela, hein?

Quando ela começou a usar chupeta, tinha decidido que seria só até os dois anos. Agora ela está com dois anos e quatro meses e o tempo está se esgotando porque sei que o limite para tirar é com dois anos e meio. Depois disso, o hábito pode provocar problemas odontológicos e orais… Mas continuo perguntando: para que tirar a chupeta???

Você pode se interessar também

Dicas para tirar a mamadeira

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do Facebook

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 9 anos, e Ana Júlia, 4 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2017 - Todos os direitos reservados