Para Mães e Pais o que é bronquiolite

O que é bronquiolite?

30 de julho de 2018

Você já ouviu falar de bronquiolite? Minhas filhas nunca tiveram, mas alguns bebês de famílias próximas a nós tiveram bronquiolite. Por isso, resolvi pesquisar mais para saber sobre o assunto.

Então, conversei com a médica pediatra Juliana Rangel de Aquino, da Clinica Life Center Santa Felicidade de Curitiba (PR), que respondeu a algumas perguntas sobre o tema.

O que é bronquiolite?

A bronquiolite viral aguda (BVA) é uma infecção viral do trato respiratório inferior que acomete crianças menores de 2 anos de idade. Essa infecção causa um processo inflamatório dificultando a passagem de ar para os pulmões.

Um dos principais responsáveis pela BVA é o vírus sincicial respiratório (VSR). Outros vírus também podem causar este quadro como: adenovírus, parainfluenza, influenza, rinovírus entre outros

Quais são os sintomas de bronquiolite no bebê?

Os sintomas iniciais são semelhantes ao resfriado comum: coriza, obstrução nasal, febre e tosse. Entretanto, atenção:  os sintomas podem evoluir para sibilância (chio de peito) e dificuldade respiratória.

Assim, é importante que os pais observem a evolução da febre e fiquem atentos à respiração da criança. Observando que está diferente do comum, entre em contato com o pediatra.

Como é feito o diagnóstico da bronquiolite?

O diagnóstico da bronquiolite é clínico, através da anamnese e exame físico.

Pode haver complicação?

A doença geralmente é autolimitada e a maioria das crianças evoluem bem. Em casos mais graves, a criança apresenta sonolência, gemência, cianose (boca e extremidades arroxeadas) e dificuldade respiratória importante. Nesse caso, pode ser necessária internação.

Como é o tratamento?

O tratamento dos casos leves consiste em manter a criança hidratada, realizar a lavagem nasal com soluções à base de soro fisiológico. Se necessário, pode dar antitérmico – remédio para febre. Os mais graves serão orientados pelo médico com outras intervenções.

Quem está mais suscetível à bronquiolite?

Bebês prematuros ou com baixo peso ao nascer fazem parte do grupo com maior risco de desenvolver quadros graves de bronquiolite. Assim como portadores de cardiopatias congênitas, doença pulmonar crônica da prematuridade e imunodeficientes.

Como prevenir a bronquiolite?

Para prevenir, a principal orientação é a lavagem frequente das mãos, usar álcool gel, evitar contato com pessoas resfriadas. Bem como evitar ambientes fechados e aglomerados! Também vale lembrar: incentivar o aleitamento materno, evitar o tabagismo passivo, manter as vacinas em dia e, se possível, retardar a ida do bebê para creches.

Outro aspecto igualmente importante é levar a criança regularmente para acompanhamento com o pediatra de confiança.

Você pode ler mais sobre o assunto no site do Ministério da Saúde.

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do Facebook

PUBLICIDADE

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 8 anos, e Ana Júlia, 3 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2017 - Todos os direitos reservados