Para Mães e Pais teste do pezinho

Para que serve o teste do pezinho?

4 de junho de 2019

Você já ouviu falar do teste do pezinho? Você saber para que ele serve?

Todo bebê realiza o teste do pezinho ainda na maternidade, 48 horas após o nascimento. Normalmente, é só para isso que mãe e criança ficam internadas por dois dias.

Que doenças o Teste do Pezinho diagnostica?

Atualmente, o Teste do Pezinho é obrigatório em todo o território nacional. Na FEPE, é disponibilizado aos bebês o diagnóstico precoce, tratamento e acompanhamento, totalmente gratuitos, para as seguintes doenças:

  • Fenilcetonúria
  • Hipotireoidismo Congênito
  • Fibrose Cística
  • Anemia Falciforme e outras hemoglobinopatias
  • Deficiência de Biotinidase
  • Hiperplasia Adrenal Congênita e outros cinco distúrbios de oxidação de ácidos graxos.

Além do Teste do Pezinho, o PNTN proporciona exames confirmatórios gratuitos para o recém-nascido, como por exemplo, o Teste do Suor, considerado padrão ouro na confirmação da Fibrose Cística.

As amostras de sangue coletadas nas maternidades e unidades de saúde são encaminhadas para análise laboratorial na FEPE.  Atualmente, são triados mensalmente mais de 17 mil recém-nascidos no Estado. No ano de 2018, a instituição realizou mais de 1.043.862 testes do Pezinho e 667 testes do suor.

Os casos suspeitos são encaminhados para consultas e exames confirmatórios pelo SUS, no ambulatório especializado da FEPE ou nos hospitais parceiros, onde atuam profissionais da Fundação.

Dia Nacional do Teste do Pezinho

No dia 6 de junho é celebrado o Dia Nacional do Teste do Pezinho, data criada para a conscientização sobre a importância do exame e para comemorar a criação do Programa Nacional de Triagem Neonatal (PNTN) pelo Ministério da Saúde em 2001, o qual prevê o diagnóstico precoce e tratamento pelo SUS de doenças graves no recém-nascido.

O que é Junho Lilás?

A campanha “Junho Lilás” foi instaurada pela União Nacional dos Serviços de Referência em Triagem Neonatal (UNISERT) a fim de fortalecer esse importante programa. No Paraná, a Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional (FEPE) é a única instituição credenciada pela Secretaria de Saúde do Estado para a realização do PNTN.

O Teste do Pezinho é um exame realizado a partir do sangue coletado, preferencialmente, do pé do recém-nascido. Por meio dele, é possível detectar, de maneira efetiva, algumas doenças genéticas ou metabólicas que podem desencadear a deficiência intelectual comprometendo a saúde da criança.

O que é a FEPE – Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional?

A FEPE é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, com atuação nas áreas da saúde, educação e prevenção. É mantedora de dois grandes projetos. São eles: o SRTN que realiza o Teste do Pezinho e a pesquisa das hemoglobinopatias nas gestantes conhecido como Teste da Mãezinha; a Escola Ecumênica que presta atendimento clínico e educacional para pessoas com deficiência intelectual e múltipla.

Como a segunda organização no Brasil a realizar o Teste do Pezinho, a FEPE é a única instituição credenciada pela Secretária do Estado de Saúde do Paraná, para a efetivação do PNTN.

A FEPE presta atendimento educacional para a pessoa com deficiência intelectual e múltipla nas modalidades de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Também são disponibilizados aos estudantes atendimentos clínicos realizados por uma equipe multidisciplinar especializada nas áreas de: Neurologia, Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional, Fisioterapia, Serviço Social e Psicologia. Atualmente, a instituição atende mais de 300 alunos da cidade de Curitiba e Região Metropolitana.

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do Facebook

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 10 anos, e Ana Júlia, 5 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2017 - Todos os direitos reservados