Para Mães e Pais teste do pezinho

Para que serve o teste do pezinho?

4 de junho de 2019

Você já ouviu falar do teste do pezinho? Você saber para que ele serve?

Todo bebê realiza o teste do pezinho ainda na maternidade, 48 horas após o nascimento. Normalmente, é só para isso que mãe e criança ficam internadas por dois dias.

Que doenças o Teste do Pezinho diagnostica?

Atualmente, o Teste do Pezinho é obrigatório em todo o território nacional. Na FEPE, é disponibilizado aos bebês o diagnóstico precoce, tratamento e acompanhamento, totalmente gratuitos, para as seguintes doenças:

  • Fenilcetonúria
  • Hipotireoidismo Congênito
  • Fibrose Cística
  • Anemia Falciforme e outras hemoglobinopatias
  • Deficiência de Biotinidase
  • Hiperplasia Adrenal Congênita e outros cinco distúrbios de oxidação de ácidos graxos.

Além do Teste do Pezinho, o PNTN proporciona exames confirmatórios gratuitos para o recém-nascido, como por exemplo, o Teste do Suor, considerado padrão ouro na confirmação da Fibrose Cística.

As amostras de sangue coletadas nas maternidades e unidades de saúde são encaminhadas para análise laboratorial na FEPE.  Atualmente, são triados mensalmente mais de 17 mil recém-nascidos no Estado. No ano de 2018, a instituição realizou mais de 1.043.862 testes do Pezinho e 667 testes do suor.

Os casos suspeitos são encaminhados para consultas e exames confirmatórios pelo SUS, no ambulatório especializado da FEPE ou nos hospitais parceiros, onde atuam profissionais da Fundação.

Dia Nacional do Teste do Pezinho

No dia 6 de junho é celebrado o Dia Nacional do Teste do Pezinho, data criada para a conscientização sobre a importância do exame e para comemorar a criação do Programa Nacional de Triagem Neonatal (PNTN) pelo Ministério da Saúde em 2001, o qual prevê o diagnóstico precoce e tratamento pelo SUS de doenças graves no recém-nascido.

O que é Junho Lilás?

A campanha “Junho Lilás” foi instaurada pela União Nacional dos Serviços de Referência em Triagem Neonatal (UNISERT) a fim de fortalecer esse importante programa. No Paraná, a Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional (FEPE) é a única instituição credenciada pela Secretaria de Saúde do Estado para a realização do PNTN.

O Teste do Pezinho é um exame realizado a partir do sangue coletado, preferencialmente, do pé do recém-nascido. Por meio dele, é possível detectar, de maneira efetiva, algumas doenças genéticas ou metabólicas que podem desencadear a deficiência intelectual comprometendo a saúde da criança.

O que é a FEPE – Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional?

A FEPE é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, com atuação nas áreas da saúde, educação e prevenção. É mantedora de dois grandes projetos. São eles: o SRTN que realiza o Teste do Pezinho e a pesquisa das hemoglobinopatias nas gestantes conhecido como Teste da Mãezinha; a Escola Ecumênica que presta atendimento clínico e educacional para pessoas com deficiência intelectual e múltipla.

Como a segunda organização no Brasil a realizar o Teste do Pezinho, a FEPE é a única instituição credenciada pela Secretária do Estado de Saúde do Paraná, para a efetivação do PNTN.

A FEPE presta atendimento educacional para a pessoa com deficiência intelectual e múltipla nas modalidades de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Também são disponibilizados aos estudantes atendimentos clínicos realizados por uma equipe multidisciplinar especializada nas áreas de: Neurologia, Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional, Fisioterapia, Serviço Social e Psicologia. Atualmente, a instituição atende mais de 300 alunos da cidade de Curitiba e Região Metropolitana.

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 4 =

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem Sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Amo escrever, amo meu marido, amo minhas três filhas e, acima de tudo, amo Jesus. Moramos na Pensilvânia, nos EUA, e, sempre que consigo, gosto de falar sobre minhas experiências, aprendizados e desafios seja na maternidade, na vida cristã ou como imigrante.

Saiba mais

Maternidade Simples 2015 - 2024 - Todos os direitos reservados