fbpx
Para Mães e Pais Perda auditiva na infância

Perda auditiva na infância

19 de novembro de 2014

Perda auditiva na infância! Segundo a OMS, 32 milhões de pessoas no mundo sofrem de perda auditiva com 15 anos ou menos! É um dado bem alarmante, principalmente para pais e mães que precisam ser sensíveis para observar os sintomas deste problema nos seus filhos. Segundo a fonoaudióloga Camila Quintino, da Starkey do Brasil, é importante observar se a criança reage a sons, responde quando é chamada, fala muito alto, aumenta muito o som da televisão, tem dificuldade de aprendizado ou demonstra falta de atenção, pois esses sintomas muitas vezes estão relacionados à perda de audição.

A especialista explica que ruídos contínuos acima de 85 decibéis podem danificar a audição da criança de maneira irreversível. “A perda auditiva poderá comprometer o desenvolvimento da fala, a atenção, compreensão e o aprendizado de um modo geral, além de alterações no comportamento social da criança”. Por isso, precisamos monitorar o uso de brinquedos barulhentos, videogames, tablets, smartphones, além de controlar o volume da TV.

Sinais de perda auditiva na infância.

Fique atento se:

– A criança não responder ao ser chamada
– Pede para aumentar o volume da TV
– A criança não acompanhar o processo de alfabetização na escola
– Pede para repetir o que foi dito

Com os bebês, devemos ficar atentos a como eles respondem aos sons em cada faixa etária (veja o quadro abaixo).

Perda auditiva na infância

Como tratar e diagnosticar perda auditiva na infância

Criança com problema auditivo pode precisar de aparelho de audição e o tratamento é feito com acompanhamento médico e de fonoaudiólogo. Os especialistas recomendam que as crianças façam um exame auditivo de 2 a 3 vezes por ano durante os primeiros anos de vida e uma vez por ano antes do início do período letivo. Na escola da Manuela, eles fazem exames básicos de audição todo ano. Acho super válido!

Leia o depoimento sobre perda auditiva na infância

A Gabriela contou como descobriu que seu filho de dois anos estava com perda de audição. Vem ler aqui.

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do Facebook

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 11 anos, e Ana Júlia, 6 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2015 - 2020 - Todos os direitos reservados