Sobre Filhos Precisa ou vale a pena comprar móbile para o bebê

Precisa ou vale a pena comprar móbile para o bebê?

11 de setembro de 2014

Móbile é um item de enxoval opcional, não precisa, mas acho que vale a pena comprar móbile para o bebê. Ninguém vai passar necessidade se não tiver um, mas é algo bastante útil.

Aqui em casa, ele já promoveu vários momentos de risadas para a Ana Júlia e de desespero para mim: perdi as contas de quantas vezes fui cobri-la ou colocar no berço dormindo e bati no móbile que começou a fazer barulho!!!

Vale a pena comprar móbile de berço?

Enfim, se você puder, seguem algumas razões pelas quais eu acho que vale a pena comprar móbile de berço:

Estimula a visão, audição e movimentação do bebê.

Lembre que recém-nascidos têm uma visual limitada. As cores e os movimentos estimulam a criança desde o primeiro mês. Depois, os objetos coloridos e fofinhos se mexendo divertem os pequenos. As primeiras gargalhadas da Ana Júlia foram vendo o móbile se mexer, aos dois meses.

As músicas do móbile – que devem ser suaves – também estimulam os bebês, acalmando e atraindo a atenção. Quando o bebê já estiver um pouco maior, a movimentação estimulará a criança a tentar alcança-lo com mãos ou pés.

Proporciona um momento de distração seguro.

O móbile – pelo menos aqui em casa – distrai de verdade as crianças. Desde bebê, deitadinho, até um pouquinho maior, ficando sentado. Como o berço é um ambiente seguro, dá para deixar a criança se distraindo alguns minutos. Nem que seja para ir ao banheiro.

Ajuda a acalmar o bebê.

Bebês são estranhos, rs, quanto mais sono têm, mais agitados e incomodados ficam. Mexer os braços e pernas, resmungar e chorar são alguns sinais comuns de sono. A música e a movimentação do móbile atraem a atenção e ajudam a “focar” o bebê naquele momento, acalmando-o.

Mas atenção: quando está quase dormindo, a Ana Júlia fica nervosa com muita movimentação e barulho, então o móbile não pode mais estar funcionando.

Modelo de móbile

O móbile que temos aqui em casa é esse modelo simples da Fisher-Price, da foto. Comprei quando a Manuela já tinha uns 3 meses. Decidi que precisava e comprei na louca, rs. Ela usou por uns dois meses pois logo começou a sentar e tentar puxar o brinquedo!

Guardei, foi para o meu sobrinho e agora voltou para a Juju. Ele é bem fofo, colorido e fácil de colocar no berço, mas se eu não tivesse, não compraria novamente este modelo, por um motivo bem simples: ele funciona à corda e não tem botão liga e desliga!!

Ou seja, se a Ana Júlia começa a resmungar porque quer dormir – ou eu bato nele de madrugada e começa a funcionar – não tenho como desligar. Tudo que tenho que fazer é esperar.

Então se você for comprar um móbile, sugiro que opte por um modelo com botão liga e desliga. Se tiver também controle de volume e timer, acho que é legal, mas não é imprescindível.

E-book descomplica a lista de enxoval de bebê

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Amo escrever, amo meu marido, amo minhas três filhas e, acima de tudo, amo Jesus. Moramos na Pensilvânia, nos EUA, e, sempre que consigo, gosto de falar sobre minhas experiências, aprendizados e desafios seja na maternidade, na vida cristã ou como imigrante.

Saiba mais

Maternidade Simples 2015 - 2024 - Todos os direitos reservados