fbpx
Para Mães e Pais tirar as telas das crianças

Se eu tirar as telas, o que dou para meu filho?

18 de junho de 2021

Deixar as crianças na tela é cômodo – principalmente quando não temos como estar com elas, brincando ou dando atenção. Porém, é um ciclo muito ruim que acaba gerando crianças sem criatividade que não sabem se entreter sozinha – e acabam clamando pelas telas novamente. Mas é possível tirar as telas. Eu garanto e é muito benéfico para toda a família.

Se eu tirar as telas, o que dou para meu filho?

É claro que a sua presença e o seu tempo serão preciosos e indiscutivelmente atraentes ao seu filho. Porém, e quando não estamos disponíveis? Precisamos trabalhar ou fazer alguma atividade da casa? Ou mesmo, terminamos de brincar e agora queremos ficar em um tempo de casal ou sozinhos?

Dê livros aos seus filhos

Deixe os livros à disposição. Ao alcance das crianças. Permita que leiam, explorem e se divirtam do jeito delas.

Materiais artísticos

Dê ao seu filho papéis, giz de cera, tinta, massinha, cola colorida, tesoura, revistas para recorte…. o céu é o limite!

Aqui tem algumas dicas para a bagunça não ser um problema muito grande.

Materiais não estruturadas

Criança criativa (que não está “viciada” nas telas) ama brincar com palitos, botões, rolha, fitas de cetim, tecidos, sucata… tudo isso vira brinquedo e brincadeira para uma criança com a mente ativa.

O que você tem em casa

Está na cozinha? Deixe que a criança brinque com as panelas e potes.

Está arrumando o banheiro, deixe que brinque com os cremes e frascos. 

Veja o que você acha aceitável dentro do seu lar e permita!

Deixe que seu filho aproveite o ócio

O maior presente que você pode dar à imaginação do seu filho é o ócio. É deixá-lo sem ter opção pronta de entretenimento. é no “não saber o que fazer” que a imaginação cria o que fazer.

Esse é um dos impulsionadores para uma criança aprender a brincar sozinha.

 

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Comentários

  1. Roseni ferreira Coimbra disse:

    Preciso tirar meu filho das telas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do Facebook

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 12 anos, e Ana Júlia, 7 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2015 - 2021 - Todos os direitos reservados