fbpx
Durante a Gravidez enjoo na gravidez

Sintomas de gravidez: enjoo e mal-estar

30 de setembro de 2013

Eu não enjoei nada na gravidez da Manuela. Agora, em compensação, não está nada fácil para o meu estômago. Com oito semanas de gestação, eu tenho enjoado há um mês. Graças a Deus, não chego a vomitar, mas fico o dia inteiro com um mal-estar como se estivesse em um barco.

enjoo na gravidez

Foto: aplicativo BabyCenter

A culpa, segundo os especialistas, é a combinação das variações hormonais e as mudanças no corpo da mulher: entre elas, a maior acidez no estômago, olfato mais sensível e cansaço.

Uma das indicações para diminuir a sensação é comer porções pequenas em intervalos menores. Eu sinto que de fato isso faz diferença, poir enquanto não como, fico enjoada. Mas, depois que como, fico “fastiada”. Sabe aquela sensação de que você comeu demais e que a digestão parou? Só que eu como pouco e já fico assim. Não é fácil!

Enfim, a esperança é que, como acontece com a maior parte das gestantes, esse mal-estar acabe depois do primeiro trimestre.

O melhor resumo dessa fase foi com a imagem do aplicativo do BabyCenter: agora que posso comer de tudo, não tenho vontade de comer nada!

Atualização: Passando o primeiro trimestre, os enjoos diminuíram gradativamente até desaparecerem por completo, graças a Deus. Agora, com 26 semanas, o problema com a comida é o “cansaço” que dá depois de comer. Sempre parece que acabei de sair de um rodízio de carne, mas geralmente comi uma quantidade normal…

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do Facebook

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 12 anos, e Ana Júlia, 7 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2015 - 2021 - Todos os direitos reservados