Para Mães e Pais princesa e mãe

A vida dura de princesa e mãe

26 de setembro de 2016

Ontem fiz um post nas redes sociais com uma foto da princesa e mãe Kate (aquela da Inglaterra, rs). A imagem, que correu o mundo, mostra a família real descendo de um avião. Ela, como sempre, lindíssima. Com um salto gigante (para os meus padrões), estava com a filha no colo, sorriso no rosto e aquela elegância característica.

No post, eu brinquei que não poderia ser princesa porque não daria conta dessa elegância toda. Aliás, nem sem filho eu fico em cima de um salto daqueles – definitivamente, não é a minha praia… Enfim, entre os muitos comentários de gente concordando e outras tantas que se dão muito bem com salto mesmo após a maternidade, muita gente comentou que “é claro, com o tanto de assessores e babás”.

Eu confesso que não tinha pensado nisso quando postei. É claro que, parando para pensar um pouco, com certeza ela deve ter gente que ajuda com a sua imagem pessoal, suas roupas, cabelos e maquiagem. Com certeza, ela deve ter quem ajude com as crianças – não que eu ache que sejam dezenas de babás, como o comentado – e, é claro, que ela não tem serviço de casa para fazer.

Com tudo que li ontem fiquei pensando que deve ser dura a vida de princesa e mãe. Pensa só: ela não tem o direito de estar de mau humor, descabelada ou reclamar de nada. Primeiro: por que ela precisa ter a imagem da mulher perfeita diante do público. QUE PRESSÃO! Mas, segundo, porque na opinião da sociedade – inclusive, mães – quem tem ajuda não tem por que reclamar.

Não sei se ela tem uma ou 30 babás, mas quem disse que não é ela quem acorda de madrugada para atender os filhos? Não sei se ela tem uma ou várias assessorias de roupa e maquiagem, mas quem disse que ela quer ficar uma hora e meia se arrumando para aparecer em público sem olheiras? Pensa a cobrança em cima dessa mulher…

Eu não acho que a maternidade seja fácil para ninguém, a despeito das ajudas que se tem ou não. Não ter um banheiro para lavar facilita a vida? Com certeza. Mas em contrapartida parece que o padrão de exigência aumenta. Para cada hora de ajudante ou babá que uma mãe tem, mais se espera da sua aparência física, da sua paciência e da educação de seus filhos.

É por essas e outras que acho que deve ser muito dura a vida de princesa e mãe.

Prefiro as minhas sapatilhas, minhas olheiras, minhas calças mais confortáveis e o meu direito de não ser uma mãe tão perfeita.

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do Facebook

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 9 anos, e Ana Júlia, 4 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2017 - Todos os direitos reservados