fbpx
Durante a Gravidez planejar a gravidez

Por que planejar a gravidez?

3 de junho de 2021

É claro que nem sempre a vida acontece planejada, mas é fato de que existem alguns benefícios de planejar a gravidez – tanto do ponto de vista físico, quanto emocional e familiar.

Procedimentos comuns para quem está planejando a gravidez

Planejar a gravidez tem como principal vantagem você poder contar com acompanhamento médico prévio, ajudando a prevenir possíveis problemas. Se possível, vá ao médico antes mesmo de você parar de tomar anticoncepcional. As recomendações podem variar, mas no geral, o obstetra vai fazer vários procedimentos.

Exame de sangue completo

O obstetra vai pedir um exame de sangue suuuuper completo. Para verificar o estado de saúde geral e, inclusive, detectar a necessidade de tomar alguma vacina.

Ecografia

O obstetra vai pedir uma ecografia avaliar se está tudo bem, caso faça muito tempo desde de seu último exame. No meu caso, na segunda gestação, apareceu uma possibilidade de endometriose, uma doença que dificulta a gravidez.

Vitaminas

O obstetra vai receitar o ácido fólico. Ele é fundamental para o desenvolvimento do bebê, só que deve ser tomado no mínimo um mês antes de a mulher engravidar. Normalmente, quando a gestação é descoberta, o bebê já está com 4 semanas e tendo partes do seu organismo já formadas.

Atenção: Apressada, e com base no que li na internet, eu fui na farmácia e comprei o ácido fólico e comecei a tomar por conta. Depois levei bronca do meu médico porque ele disse que há estudos que a quantidade errada desta substância pode levar a problemas no peso do feto. Enfim, eu tomo um complexo de vitaminas e não apenas o ácido fólico.

Outras vantagens de planejar a gravidez

Outra vantagem de você planejar a gravidez é poder organizar sua vida em algumas áreas:

– Melhorar a alimentação – não preciso nem dizer que o que você come irá afetar diretamente o seu bebê, né?

– Chegar ao peso desejado – quando mais próximo você estiver do peso ideal, mais fácil será controlar a balança durante a gravidez e voltar ao seu peso após o parto.

– Fazer exercícios – a mulher que já pratica exercícios físicos, salvo exceções, pode continuar praticando após engravidar. Mas a sedentária pode ter mais dificuldades para iniciar uma atividade.

– Contar ao irmão (ou irmãos) se for o segundo filho (ou mais)- para preparar melhor a criança mais velha para a chegada do bebê.

Depois de liberados, é só o casal fazer sua parte, rs.

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do Facebook

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 12 anos, e Ana Júlia, 7 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2015 - 2021 - Todos os direitos reservados