Ideias Criativas Razões para fazer festa de criança em buffet

Razões para fazer festa de criança em buffet

16 de julho de 2012

O aniversário de 4 anos da Manuela foi o único que eu escolhi fazer em buffet. Aqui listo algumas razões para fazer festa de criança em buffet. Não acho que precisa fazer sempre nem que é obrigatório ou mais legal. Mesmo porque também já fiz festa de criança em casa e amei. Porém, o buffet também tem suas vantagens.

Os 4 anos da Manuela  é o primeiro que faremos em buffet. Na festa de um ano, nem cogitei essa possibilidade devido ao número de convidados adultos ser muito grande e a de crianças praticamente zero. Era um gasto muito alto para ninguém usufruir da estrutura.

Foram 140 convidados e não me arrependo, pois, como já disse anteriormente, acho que a festa de primeiro aniversário é quase uma celebração da maternidade e um agradecimento às muitas pessoas que estiveram no chá de bebê, participaram do nascimento, deram muitos presentes ao neném recém-chegado e ajudaram nesses 12 meses de adaptação mãe-bebê-mundo. Por isso, sou super a favor de festa grande para família e amigos queridos.

O segundo aniversário da Manuela foi menor e o que notei foi que ela se divertiu à beça. Impressionante! Mas, em compensação, eu fiz absolutamente tudo. No primeiro, fiz convite, lembrancinha, mas contratei a decoração. Nesse segundo, tudo ficou em minhas mãos… E, apesar de ter tido alguns mimos fofos, não ficou 100% como eu gostaria.

O terceiro aniversário mesclei o que fiz de melhor nos dois primeiros, rs. Contratei uma decoração legal, mas também dei meu toque pessoal aos centros de mesa, mesa de doces e bolo, além de fazer os convites e lembrancinhas. Contei com a colaboração da minha irmã, prima e mãe para deixar tudo mais gostoso. E acho que foi o aniversário mais legal até agora! A Manuela se divertiu muito (contratei piscina de bolinhas e cama elástica para essa festa. Nos outros, a diversão ficou a cargo do parquinho da associação onde foram as comemorações).

O único porém, entretanto, foi que eu fiquei EXAUSTA. Eu lembro que quando terminei de arrumar a festa, cinco minutos antes do horário marcado para os convidados, eu olhei para minha irmã e perguntei: “posso ir embora?” Mas é claro que valeu a pena!

Para esse próximo, pensei em várias razões para fazer a festa em buffet  e felizmente pude contratar um bem legal, do jeito que eu queria (importante ressaltar que, no ano passado, eu gastei praticamente o mesmo do que vou gastar para fazer nesse ano. Ou seja, não é enbanjar…).

Razões para fazer festa de criança em buffet

Tive várias dúvidas na hora de escolher o buffet e estou vendo vários prós e contras de fazer a festa num local desses. Hoje, quero falar apenas dos benefícios que me levaram a comemorar o aniversário da Manuela em um buffet neste ano e outras coisinhas mais que vão deixar a festa bem mais tranquila para nós!

Idade

Com 4 anos essa idade a Manuela já aproveita quase 100% dos brinquedos disponíveis no buffet. Não tem que ficar restrita a uma pequena área. Lembrando que antes, nem ela nem ninguém aproveitaria a contento. Nesse buffet, ela só não irá usar os videogames e jogos eletrônicos e, se ficar com medo, o arvorismo e a tirolesa.

Recreação

Acho que uma das coisas mais legais é que as crianças não ficam “sem nada para fazer”. Se enjoarem dos brinquedos, o buffet conta com outras opções, como camarim de fantasias, pintura e oficinas, tudo devidamente orientado por monitores.

Serviço

Comida sempre quentinha e gostosa para os convidados, sem preocupações para os anfitriões. E com uma variedade maior do que conseguiríamos ter fazendo tudo (por exemplo: além dos tradicionais, vai ter quiche e bolinho de aipim com carne seca, coisas que eu nunca encomendaria para uma festa feita em casa).

Decoração

Além de mais opções do que normalmente conseguimos fazer sozinhos, a decoração é sob medida para o local.

Recepção

Para mim, o mais legal da recepção, é que os presentes são identificados e guardados logo na entrada da festa! Lembro de já ter “perdido” a informação de quem deu qual presente. Além disso, poupa o problema de a Manuela quer abrir os presentes na hora, o que eu super contraindico.

Adultos e crianças

Todos os convidados – independente da idade – poderão aproveitar a festa, com comidas gostosas, entretenimento e boa conversa. Lembrando que eu e meu marido, anfitriões, conseguiremos sentar para papear em vez de ficar correndo atrás de servir a todos e nosso amigos que são pais também poderão ficar tranquilos enquanto os filhos se divertem.

Hora para acabar

Amo todos os meus amigos, mas é complicado quando a festa não acaba, né? A última festa – aquela em que eu já estava cansada no começo – durou umas 7 horas… quase morri. No buffet – na maior parte deles – as festas duram 4 horas com meia hora de tolerância, o que eu acho um tempo legal (se a galera chegar no horário, né?).

A minha preocupação apenas era em relação ao horário porque muito buffet faz duas festas por dia e, assim, você tem que fazer ou das 12h às 16h ou das 18h às 22h. Eu acho os dois horários bastante ruins… Por isso, um pré-requisito para a escolha do buffet foi fazer apenas uma festa por dia para que eu pudesse escolher o horário que eu achasse melhor!

E mais

Imagino que haverá muitas outras boas razões para fazer festa de criança em buffet, mas que só saberei depois da festa ;)

Ah, e não pense que será só folga! Ainda assim, faço questão de fazer os convites e lembrancinhas da festa… Alguma coisa tem que ter a minha assinatura, né?

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Amo escrever, amo meu marido, amo minhas três filhas e, acima de tudo, amo Jesus. Moramos na Pensilvânia, nos EUA, e, sempre que consigo, gosto de falar sobre minhas experiências, aprendizados e desafios seja na maternidade, na vida cristã ou como imigrante.

Saiba mais

Maternidade Simples 2015 - 2024 - Todos os direitos reservados