Para Mães e Pais bebê chorando sem parar

Às vezes, os bebês precisam chorar. Acolha em vez de calar

24 de abril de 2019

A gente tem um medo de choro que é uma coisa incrível.

Quantas vezes nós passamos por situações tristes e precisamos chorar? Tem horas que tudo o que queremos é colocar para fora toda nossa tristeza, nossa angústia, nossa dor, nosso estresse.

Às vezes, há um acúmulo de cansaço e pressão externa que tem afligido nosso coração e, depois de alguns dias “aguentando a bomba”, simplesmente precisamos desabafar, despressurizar. E, muitas vezes, fazemos isso chorando.
Choramos, choramos e, de repente, estamos calmos e renovados internamente.

É um desabafo. Não significa fraqueza nem dor. Não precisamos “parar de chorar”, precisamos chorar até nos reorganizar.

E nesse momento, uma das coisas confortadoras e consoladoras é saber que há alguém do nosso lado que nos compreende, está ali. Não para nos calar, mas para nos apoiar até que o momento passe.

Muitas e muitas vezes, os bebês só precisam chorar, precisam “desabafar”. O estresse de viver um dia nesse mundo após sair do útero pode ser bastante grande. Algo que nós não entendemos bem.

Não são coincidências crises de choro recorrentes que acontecem no final da tarde. Aquela cólica das 18h não é “gases com hora marcada”, é o pico de estresse de um dia de vida de um bebê com poucas semanas de vida.

Eles estão superestimulados, cansados sem saber dormir, num mundo desconhecido, com sons e cheiros com os quais nunca tiveram contato antes, eles estão estressados… Então, eles choram. Choram e não precisam necessariamente ser calados, precisam ser acolhidos.

Bebê chorando sem parar?

Sim, tem horas que eles têm fome, calor, frio, sujeira na fralda. E temos que estar atentos. Talvez, até a gente precise levar ao médico. (Confira aqui quando levar o bebê ao pediatra).

Mas tem momentos em que eles choram “sem motivo”. E, em vez de tentar calar seu bebê, acolha! Ele não precisa ficar quieto, ele precisa se sentir amado e aceito mesmo em seus momentos de estresse.

E enquanto você lhe dá um colo, faz um carinho, fala baixinho em seu ouvido e não tenta fazê-lo parar de chorar, você está lhe dizendo: “sim, a vida é difícil. A gente enfrenta situações duras, mas você vai dar conta de superar. E eu estou aqui para te apoiar enquanto você enfrenta tudo isso”.

Apoio, acolhimento, amor. Às vezes, eles só precisam chorar num ambiente seguro e compreensivo.

Leia também

Por que choram os bebês?

Muito colo faz mal?

Como aliviar a cólica do bebê?

 

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do Facebook

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 9 anos, e Ana Júlia, 4 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2017 - Todos os direitos reservados