Para Mães e Pais blog de mãe curitiba

Conte até 10 e deixe o amor fluir

28 de novembro de 2014

Antes de responder seu filho, conte até 10! E não estou falando dos momentos de birra, briga ou de ficar pedindo um milhão de coisas. Estou falando dos momentos que ele vem e conta de algo que ele fez. Deixa eu ser mais clara. Manuela chega para mim com um vasinho na mão e diz “olha, mamãe, plantei para você”. Meu primeiro pensamento é: “meodeusdocéu, essa menina deve ter feito uma zona com a terra na sacada, sujado toda a roupa etc e tal”.

Respirei fundo, contei até 10, dei um sorriso e perguntei como ela fez. Ela me contou, eu agradeci, dei uma olhadinha de leve ali na sacada só para ver o tamanho do estrago e poupei: me poupei do estresse e poupei a Manuela da frustração de não ter seu presente bem recebido.

A verdade é que já contei por aqui que sou neura na organização (e que não acho isso de tudo ruim), mas também que tenho aprendido a ser mais tranquila em relação a isso (lembra do post?). Um dos principais motivos dessa minha vontade por ser menos neurótica é que vejo como a Manuela quer fazer as coisas para mim e tenho que aceitar que, sendo uma criança, ela vai fazer bagunça, sujeira e desorganizar as coisas. Faz parte! Isso não pode limitar as expressões de amor dela – ou simplesmente, a sua brincadeira.

No domingo, enquanto este post estava nascendo na minha cabeça, tive mais uma confirmação disso tudo. Eu perguntei se ela queria um lanche e fiz para ela uma lagarta comendo folhas, com pão bisnaquinha, tomate-cereja e queijo muçarela. Depois que comeu, ela perguntou se eu queria um pãozinho. Pensei na bagunça e disse que eu não estava com fome (que também era verdade), então ela completou: “é que você faz as coisas com tanto carinho, que também quero fazer para você”.

Claro que deixei, né? Comi um pãozinho lindo, feito com amor e depois fui para a cozinha limpar os farelos na bancada, guardar a manteiga na geladeira e limpar a sujeira que ficou no chão. Mas que eu me senti muito amada, ah, isso é verdade!

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Amo escrever, amo meu marido, amo minhas três filhas e, acima de tudo, amo Jesus. Moramos na Pensilvânia, nos EUA, e, sempre que consigo, gosto de falar sobre minhas experiências, aprendizados e desafios seja na maternidade, na vida cristã ou como imigrante.

Saiba mais

Maternidade Simples 2015 - 2024 - Todos os direitos reservados