Lá em Casa

Nasceeeeeu!

30 de dezembro de 2008

Como alguns de vocês já sabem, a Manuela Pockrandt Robaina nasceu no dia 9 de dezembro de 2008, às 6h19, na Maternidade Curitiba.

Ela foi bastante apressada! Estava apenas com 33 semanas e a bolsa rompeu. Marcamos a cesárea para 48 horas depois, mas em 24 horas começaram as contrações!

Graças a Deus, ela nasceu perfeita, com 49 cm (maior que muitos bebês de termo) e 2.235g. Ela é linda, linda, linda de viver! Tem um bocão cor-de-rosa, muito cabelo pretinho e é super esperta!

Por segurança, ela foi encaminhada para a UTI Neonatal, mas já teve alta! Foi bastante triste sairmos e deixarmos ela lá, mas tudo bem (!), sabemos que é para o melhor dela.

Como compartilhei com alguns de vocês, esse bebezinho foi o motivo de nossa alegria nesse ano, que foi um ano de muitas tribulações e tristezas para a nossa família! Essa gestação – cada movimento na barriga, cada exame – nos fez sorrir em meio a muito pranto.

Com 23 semanas, descobriram que eu tenho incompetência istimo-cervical (um problema no útero, que faz com que ele “abra” antes do tempo). Esse problema é a maior causa de aborto espontâneo no Brasil e, na maioria esmagadora dos casos, só é diagnosticado quando a mulher perde o bebê, normalmente até o quinto mês (20 semanas).

O tratamento é feito nas gestações seguintes da mulher, por meio de uma cirurgia chamada cerclagem. Essa cirurgia – que eu fiz com 23 semanas – é feita com até 18 semanas.

Tudo isso, nos fez ver como Deus estava conosco… Ele não nos abandonou, mesmo em meio a tantas tribulações. Era para termos perdido a nossa princesa, mas Ele está conosco… Devia haver anjos segurando o meu útero e pensando: “será que não vão descobrir isso logo?” (hehehe).

Por isso, ela é Manuela, que vem de Emanuel – Deus conosco! (Mt 1:23)

Minha oração é que ela possa abençoar e ser alegria na vida de cada um de vocês, assim como ela já é nas nossas vidas!

Faço minhas as palavras do cantor PG:

“Filha, menina escolhida de Deus, pra fazer sorrir as nossas vidas.
Com você, os meus dias serão primavera.
A flor mais bela que Deus plantou em meu jardim!”

Quero aproveitar para “elogiar publicamente” o Júnior, que tem sido um marido fantástico. Ele tem literalmente me carregado, me sentado, me levantado, me vestido, etc, etc, etc, afinal, o pós-parto da cesárea é do casal! E isso tudo, com muito amor!

Como ela ainda é muito pequena e ainda estamos acompanhando o ganho de peso dela, a orientação é para evitarmos as visitas por enquanto! Eu sei que todos querem vê-la e pegá-la e tudo mais…. mas, em breve, será possível!

Muito obrigada pela preocupação, carinho, orações de cada um de vocês!

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − nove =

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Amo escrever, amo meu marido, amo minhas três filhas e, acima de tudo, amo Jesus. Moramos na Pensilvânia, nos EUA, e, sempre que consigo, gosto de falar sobre minhas experiências, aprendizados e desafios seja na maternidade, na vida cristã ou como imigrante.

Saiba mais

Maternidade Simples 2015 - 2024 - Todos os direitos reservados