Para Mães e Pais vacina de sarampo

Vacina de sarampo: com que idade tem que tomar

26 de agosto de 2019

Seu filho já tomou a vacina de sarampo? É muito importante que todos estejam vacinados para garantir a saúde de sua família e de todos ao seu redor.

Uma coisa MUITO SÉRIA que muita gente se esquece: talvez você adulto não tenha muitas complicações se tiver sarampo. Porém, você pode transmitir para um bebê que ainda não pode tomar a vacina e levá-lo até mesmo à morte.  Tomar vacina é questão de saúde pública! Não brinque com a vida das pessoas.

Quem tem que tomar a vacina de sarampo?

Os critérios de vacinação são revisados periodicamente pelo Ministério da Saúde. No momento, agosto de 2019, as orientações são:

  • Dose zero: Crianças de 6 meses a 1 ano.
  • Primeira dose: aos 12 meses (vacinas de 1 ano)
  • Segunda dose: aos 15 meses (a última dose por toda a vida)

Adulto tem que tomar a vacina de sarampo?

Se você não tem comprovação ou não lembra de ter tomado duas doses da vacina, deve procurar uma unidade de saúde e atualizar o esquema de vacinação:

  • até 29 anos: deve ter comprovação de ter tomado duas doses
  • de 30 a 49 anos: deve ter comprovação de ter tomado pelo menos uma dose

Como conferir a carteirinha de vacinação do seu filho?

Se seu filho tem mais de 15 meses, devem estar registradas duas doses da vacina contra sarampo. Na época da Manuela, o reforço era feito só com 4 anos. Com a Ana Júlia já foi aos 15 meses.

Grávida pode tomar vacina de sarampo?

Não! É contraindicado.

Quais são as vacinas de sarampo?

  • Dupla viral – Protege do vírus do sarampo e da rubéola. Pode ser utilizada para o bloqueio vacinal em situação de surto;
  • Tríplice viral – Protege do vírus do sarampo, caxumba e rubéola;
  • Tetra viral – Protege do vírus do sarampo, caxumba, rubéola e varicela (catapora).

As vacinas são injetáveis

Onde tomar a vacina de sarampo?

As vacinas contra sarampo estão disponíveis nas redes públicas e privadas.

Quais são os sintomas de sarampo?

Os principais sintomas são:

  • febre acompanhada de tosse
  • irritação nos olhos
  • nariz escorrendo ou entupido
  • mal-estar intenso

Depois, em torno de 3 a 5 dias, outros sintomas surgem:  manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas que, em seguida, se espalham pelo corpo. Após o aparecimento das manchas, a persistência da febre é um sinal de alerta e pode indicar gravidade, principalmente em crianças menores de 5 anos de idade.

Leia também: Remédio antes da vacina é prejudicial

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Amo escrever, amo meu marido, amo minhas três filhas e, acima de tudo, amo Jesus. Moramos na Pensilvânia, nos EUA, e, sempre que consigo, gosto de falar sobre minhas experiências, aprendizados e desafios seja na maternidade, na vida cristã ou como imigrante.

Saiba mais

Maternidade Simples 2015 - 2024 - Todos os direitos reservados