Para Mães e Pais

O que é dermatite atópica?

25 de fevereiro de 2017

Como já contei aqui no blog, esse ano tive uma experiência super desagradável com a Ana Júlia por conta da evolução de uma crise de dermatite. Foi feio! E como sei que é um problema muito comum entre as crianças, pedi para a dermatopediatra Juliana Loyola Presa explicar o que é dermatite atópica e outros aspectos relacionados ao tema.

Segundo a especialista, a dermatite atópica é uma das doenças de pele mais comuns na infância. “Seus sintomas e manifestações podem interferir nas atividades diárias e na qualidade de vida da criança”, alerta. Por isso, é importante cuidar!

Quais são os sintomas da dermatite atópica?

– Pele seca
– Muita coceira
– Pele constantemente vermelha
– Áreas onde há suor frequente ficam irritadas
– Roupas com etiquetas ou partes mais ásperas irritam a pele e incomodam a criança
– Dificuldade para dormir por conta do incômodo na pele

Quais são as causas da dermatite atópica?

A dermatite atópica acontece por um conjunto de fatores. “Crianças cujos pais tiveram (durante a infância) ou têm dermatite atópica, asma ou rinite são mais propensas a terem a doença. Já foi descoberta uma alteração genética que predispõe ao aparecimento dos sintomas”, explica Dra. Juliana.

As mudanças de temperatura e clima também são fatores que influenciam. Assim, em dias em que a variação térmica é grande, a pele pode piorar. “Algumas crianças pioram nos dias frios; outras, nos dias quentes por causa do suor. Também é comum observar mais sintomas quando a criança fica doente – resfriada, gripada, com dor de garganta.”

Importante lembrar dos agentes que causam a irritação e que estão presentes no ambiente, como pólen, poeira, e ácaros. Eles são considerados potenciais agravantes dos sintomas. “Sabe-se que até mesmo alterações emocionais podem piorar a evolução da dermatite e dificultar o controle da manifestação.”

Como os fatores que desencadeiam a doença são diversos, torna-se ainda mais importante tratar e controlar os sintomas, para evitar a evolução e o seu agravamento.

Por que a pele fica seca e vermelha?

A pele seca e vermelha é uma das principais características da criança com dermatite atópica. “Isto acontece pois a nossa pele possui uma camada mais externa, que fica em contato com o meio ambiente, que é composta por células e gordura. É como se fosse uma parede de tijolos. As células da pele são como tijolos e a gordura da pele como o cimento que une estes tijolos. Se não há cimento suficiente ou sua composição está alterada, os tijolos não ficam unidos de forma adequada e a parede fica com ‘buracos’. Assim acontece com a pele da criança com Dermatite Atópica”, exemplifica a especialista.

Com a falta de gordura entre as células e a pele fica desprotegida. Isto favorece o ressecamento e a entrada de substâncias irritantes. Por isto a pele é seca, irritada e com coceira.

Dermatite atópica tem cura?

Infelizmente, não se descobriu ainda uma cura para o problema. Mas há muitas coisas que podemos fazer para ajudar a controlar os sintomas e, consequentemente, melhorar a qualidade de vida da criança que apresenta a doença.

– Evite usar produtos em contato com a pele que contenham perfumes, corantes ou conservantes. Isto vale para sabonete, shampoo, hidratante. Quando isto não for possível, opte por produtos infantis e com fragrância suave.

– Dê preferencia para os sabonetes líquidos, eles possuem o pH mais próximo do pH da pele (que é ácido). Existem sabonetes específicos, que retiram menos gordura natural da pele.

– Ao lavar as roupas, prefira o sabão de coco e evite o uso de amaciante. Se optar por usar amaciante, enxague a roupa 2 vezes.

– Retire todas as etiquetas das roupas, pois elas acabam estimulando a criança a coçar no local onde encostam com a pele.

– O banho deve ser morno, rápido (5 a 10 minutos) e não se deve usar esponja.

Hidratar, hidratar e hidratar sempre! Esta é a melhor maneira de repor a gordura que falta na pele. Os melhores hidratante são aqueles que não possuem qualquer tipo de fragrância e que são brancos. Existem hidratantes específicos que possuem em sua composição as mesmas gorduras que existem na pele. Eu senti na pele a mudança absurda que o hidratante teve no caso da Ana e também percebi o que sua falta causa. Em uma ocasião específica, fiquei dois dias sem passar e ela já começou a sofrer de coceira nas dobrinhas do braço e começaram a surgir irritações.

Para auxiliar os pais no dia a dia, para que aprendam sobre a doença, existe uma Associação Brasileira de apoio: www.aada.org.br

Dra. Juliana é pediatra com especialização em dermatologia. Você pode ter mais informações sobre cuidados com a pele das crianças pelos seus perfis nas redes sociais:
Instagram: @drajuloyolapresa
Facebook: Dra. Juliana Loyola Presa

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 1 =

Comentários do Facebook

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Me segue no snap!

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 8 anos, e Ana Júlia, 3 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2017 - Todos os direitos reservados