Ideias Criativas

Decoração do quarto

23 de maio de 2014

Depois de muitas pesquisas e idéias, decidi os detalhes da decoração do quarto do bebê.

Que o quarto da Ana Júlia teria como cores bases o cinza e o rosa-cereja (um rosa mais forte que, dependendo da luz, parece vermelho), além do branco básico.

quarto do bebê

Demorei, demorei, mas por volta das 35, 36 semanas consegui terminar de arrumar o mais importante do cantinho da bebê. Meu marido pintou duas paredes de cinza (o nome da cor é Prata Fina, da Coral) que eram as paredes que tinham faixas coloridas quando o quarto era da Manuela – e colamos uma árvore de MDF.

A árvore e os passarinhos eu mandei cortar em MDF 3mm aqui pertinho de casa e pintei com tinta spray da Suvinil. Branco Fosco para a árvore e Cereja para os passarinhos. Para colar, fita dupla face de alta performance da 3M. Dupla face comum não funciona. Eu tentei em algumas folhas, por serem mais leves, e de vez em quando aparece uma caída no chão… tipo outono, rs.

Na 37ª semana, chegaram o berço e a cômoda (já falei sobre a escolha deles aqui no blog) e o guarda-roupa era o do quarto da Manuela, feito pelo meu avô.

quarto do bebêEu decidi que não queria comprar aqueles kits de berço tradicionais. Acho muito grande e – pelo que percebi na época da Manuela – meio desnecessário (além de serem contraindicados por alguns profissionais pelo risco de alergia e asfixia). Mas ao mesmo tempo, não queria deixar o berço “nu e cru”. Então, minha mãe fez lindas almofadas de rolinho, que combinaram lindamente com as cores do quarto.

Ainda tinha deixado algumas coisas para última hora e como a bolsa estourou uma semana antes do previsto, não consegui resolver duas coisas: comprar a cortina e reformar essa cadeira, que uso como apoio no quarto.

Se você pensar naquelas poltronas gigantes de amamentação que vê nas lojas de bebê, vai achar que minha cadeira é desconfortável. Mas não é! É super confortável de sentar e o braço dá o apoio na altura certa para dar de mamar. E, da época da Manuela, a única coisa que eu ainda tinha era a poltrona de amamentação que estava na casa da minha mãe, mas não quis trazer de volta. Além de achar muito grande, era muito triste quando terminava de dar de mamar, ela estava dormindo na madrugada e, quando levantava, a poltrona fazia barulho por causa do couro ou do balanço e a Manuela acordava!

quarto do bebêAlém disso, essa cadeira é um legado de família, feita pelo meu avô há décadas, tem várias espalhadas entre meus tios e tias. Assim, queria apenas mudar o estofado e utilizar no quarto.

Com a correria, deixei tudo isso de lado, mas, felizmente, minha mãe disse que vai providenciar o tecido para a reforma da cadeira. E a cortina, ela já fez!!

Itens do trocador
Como não comprei o kit pronto de berço (que normalmente já vem com todas as peças, inclusive o trocador para a cômoda), adorei o site Alô Bebê, que traz os itens de enxoval da marca Começo de Vida separadamente. Você pode comprar o kit todo ou ir comprando aos poucos, de acordo com a necessidade, mas ainda assim fazendo parte de uma mesma coleção coordenada.

Assim, comprei o edredon e também o trocador para a cômoda. A única decepção foi que a almofada só tem o plástico em cima, não é um “pacote” de plástico como era o da Manuela. E a gente sabe que é facinho, facinho sujar tudo com xixi e cocô, né? Ontem mesmo, tivemos um acidente e um cantinho dele sujou. E, para piorar, descobri que ele tem uma manta acrílica por dentro e não pode ser lavado à maquina!! Tudo o que uma mãe de recém-nascido precisa, né? #SQN

(Observação aos fabricantes de produtos têxteis para bebês: não façam NADA que não possa ser lavado à maquina, ok? As mães do mundo agradecem!!)

trocador quartoAs gavetas do meu trocador (do lado de lá – na parede) ficaram com os pacotes extras de fralda e, do lado de cá:

– Fraldas que estão sendo usadas. Minha preferida é a Pampers RN. Mas também já usei a Huggies. O que eu prefiro da Pampers é que elas parecem mais altas nas costas, além de terem as tiras elásticas que são mais fáceis de ajustar no bebê.

Lenços umedecidos, Pampers ou Johnsons. A gente só usa para “tirar o grosso”. Aliás, amei esse porta-lenço da Pampers. Não tinha na época da Manuela e estou achando super útil.

– Sabonete líquido de glicerina da Granado, que uso para limpar o bumbum nas trocas de fraldas.

– Algodão para as trocas.

– Garrafinha térmica com água quente para as trocas.

– Álcool gel para as mãos.

a+d

– Pomada de prevenção de assaduras. Estou usando a pomada A+D Prevention, que meu marido trouxe dos EUA. Ela é um pouco diferente do que estamos acostumados. Parece uma vaselina, fica transparente na pele, mas protege super bem. Também tenho a A+D Treat, que é para ser usada em caso de assadura. Ela é bem parecida com a Dermodex ou Bepantol tradicional que usamos por aqui.

– Lixo. Uso para jogar as fraldas sujas, lenços e algodão. Tiramos todos os dias e é muito prático.

– Também ficam em uma latinha (brinde que ganhei da Bepantol) cortador de unha infantil, escova de cabelos, chupetas e outras coisas de uso eventual.

E você, o que mais deixa à mão no quarto do bebê?

E-book descomplica a lista de enxoval de bebê

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Amo escrever, amo meu marido, amo minhas três filhas e, acima de tudo, amo Jesus. Moramos na Pensilvânia, nos EUA, e, sempre que consigo, gosto de falar sobre minhas experiências, aprendizados e desafios seja na maternidade, na vida cristã ou como imigrante.

Saiba mais

Maternidade Simples 2015 - 2024 - Todos os direitos reservados