Para Mães e Pais

Você precisa falar 50 vezes para seu filho fazer algo?

3 de junho de 2019

Escovar os dentes, arrumar o quarto, guardar os brinquedos… Parece que você tem que falar 50 vezes para seu filho fazer as coisas?

É comum as crianças não seguirem de imediato as ordens que damos. Mas isso acontece por vários motivos diferentes e em fases. Seguem algumas dicas que podem ajudar na sua casa. Avalie o que é melhor para cada situação:

Ensine a obedecer

Para as crianças menores, é importante você levar a criança a cumprir aquilo que você pediu. Ela ainda está internalizando a tarefa. Pegue-a pela mão e ensine a fazer.

Dê uma ordem de cada vez.

Não adianta pedir três coisas, que seu filho vai esquecer de alguma. Eu continuo insistindo nisso e me dou mal 😅

Tenha certeza de que a criança te ouviu.

Olhe no olho na hora de passar a instrução e, se necessário, peça para repetir o que precisa fazer.

Tente vincular tarefas da rotina com momentos do dia.

Em vez de precisar mandar fazer xixi e escovar os dentes para ir dormir, a ideia é que você diga “está chegando a hora de dormir” e a criança lembre quais são as coisas que precisa fazer nesse momento. Isso vai sendo construído, lógico. Mas a gente tem um papel fundamental de fazer esses vínculos até a criança internalizar.

Lembre o que farão depois

Para tarefas que as crianças costumam se enrolar demais, eu costumo lembrar do que elas poderão fazer quando terminarem. Por exemplo, Ana Júlia acorda e pega o livro da biblioteca para ler. Eu digo para ela “assim que você escovar os dentes e arrumar o quarto”, a gente vai ler o livro!

Faça uma rotina e deixe visível

Para tarefas rotineiras, faça uma lista que a criança possa ver com facilidade. A Manuela tem uma folha tipo planner que fica grudada no mural do quarto dela. A Ana Júlia tinha desenhos que indicavam o que ela precisava fazer ao acordar. Isso gera autonomia e independência (e mais paz para nós!) (Leia também: Dica de rotina para crianças com arquivo para impressão).

Elogie quando a criança realizar a tarefa.

Claro que as obrigações não precisam ser celebradas toda hora, mas você pode achar algo dentro do feito realizado para elogiar. Exemplo: “filho, gostei do jeito que você arrumou a cama”, “achei muito legal você ter guardado os ursinhos nessa prateleira”, etc.

Baixe seu grau de exigência!

Valorize o que a criança faz do jeito dela. Às vezes, seu filho não gosta de realizar as tarefas porque sabe que nunca te agrada. Aos poucos, ele vai aprender a deixar a coberta esticada do seu jeito, ordenar os brinquedos da melhor maneira, dobrar as roupas do jeito certo, etc.

Procure manter a paz

Se você já sabe/ percebeu que a criança não fez algo que você falou, antes de já sair esbravejando, dá a chance: “filho, você terminou de arrumar o quarto?”. Muitas vezes, ele realmente esqueceu. Sempre que for possível, escolha o caminho da paz e paciência. Gritar e brigar só serve para criar aquele climão na casa.

 

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do Facebook

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 10 anos, e Ana Júlia, 5 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2017 - Todos os direitos reservados