Para Mães e Pais filho não me escuta

Meu filho não me escuta

3 de junho de 2019

Escovar os dentes, arrumar o quarto, guardar os brinquedos… “Meu filho não me escuta!!” Parece que você tem que falar 50 vezes para seu filho fazer as coisas?

Meu filho não escuta! O que fazer?

É comum as crianças não seguirem de imediato as ordens que damos. Mas isso acontece por vários motivos diferentes e em fases. Seguem algumas dicas que podem ajudar na sua casa. Avalie o que é melhor para cada situação:

Ensine a obedecer

Para as crianças menores, é importante você levar a criança a cumprir aquilo que você pediu. Ela ainda está internalizando a tarefa. Pegue-a pela mão e ensine a fazer.

Dê uma ordem de cada vez.

Não adianta pedir três coisas, que seu filho vai esquecer de alguma. Eu continuo insistindo nisso e me dou mal ?

Tenha certeza de que a criança te ouviu.

Olhe no olho na hora de passar a instrução e, se necessário, peça para repetir o que precisa fazer.

Tente vincular tarefas da rotina com momentos do dia.

Em vez de precisar mandar fazer xixi e escovar os dentes para ir dormir, a ideia é que você diga “está chegando a hora de dormir” e a criança lembre quais são as coisas que precisa fazer nesse momento. Isso vai sendo construído, lógico. Mas a gente tem um papel fundamental de fazer esses vínculos até a criança internalizar.

Lembre o que farão depois

Para tarefas que as crianças costumam se enrolar demais, eu costumo lembrar do que elas poderão fazer quando terminarem. Por exemplo, Ana Júlia acorda e pega o livro da biblioteca para ler. Eu digo para ela “assim que você escovar os dentes e arrumar o quarto”, a gente vai ler o livro!

Faça uma rotina e deixe visível

Para tarefas rotineiras, faça uma lista que a criança possa ver com facilidade. A Manuela tem uma folha tipo planner que fica grudada no mural do quarto dela. A Ana Júlia tinha desenhos que indicavam o que ela precisava fazer ao acordar. Isso gera autonomia e independência (e mais paz para nós!) (Leia também: Dica de rotina para crianças com arquivo para impressão).

Elogie quando a criança realizar a tarefa.

Claro que as obrigações não precisam ser celebradas toda hora, mas você pode achar algo dentro do feito realizado para elogiar. Exemplo: “filho, gostei do jeito que você arrumou a cama”, “achei muito legal você ter guardado os ursinhos nessa prateleira”, etc.

Baixe seu grau de exigência!

Valorize o que a criança faz do jeito dela. Às vezes, seu filho não gosta de realizar as tarefas porque sabe que nunca te agrada. Aos poucos, ele vai aprender a deixar a coberta esticada do seu jeito, ordenar os brinquedos da melhor maneira, dobrar as roupas do jeito certo, etc.

Procure manter a paz

Se você já sabe/ percebeu que a criança não fez algo que você falou, antes de já sair esbravejando, dá a chance: “filho, você terminou de arrumar o quarto?”. Muitas vezes, ele realmente esqueceu. Sempre que for possível, escolha o caminho da paz e paciência. Gritar e brigar só serve para criar aquele climão na casa.

Leia também: 

Como ter paciência com os filhos?

Meu filho não obedece. O que fazer?

Como não gritar com os filhos.

Siga nosso perfil no Instagram.

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Comentários

  1. É muito emportante para nós mães criar rotinas com os filhos em casa as vezes se torna difícil mesmo más é pôr aí .

  2. Celeste disse:

    Olá, me chamo Celeste!
    Preciso de sua ajuda.
    Meu filho tem 3 anos, e estou passando uma fase bem complicada com ele. Vivo falando 24hs, ele é muito agitado, muitas vezes até agressivo. Tudo ele acha que tem que ser do jeito dele e na hora que ele quer, mas aqui não damos confiança não.
    Ele é super abusado, tudo nos responde, grita com a gente, até o ponto de nos agredir.
    É aí que minha paciência acaba, e eu acabo dando uns tapas.
    Castigo não fica é uma guerra, parece que tá matando ele.
    Juro que não sei mas o que fazer, por isso peço sua ajuda.
    Obg!

    1. Melina disse:

      Dá uma olhada nos 5 vídeos que estão nessa página: https://maternidadesimples.com.br/disciplina-dos-filhos-na-vida-real/caso-5/.

      Só ficarão disponíveis até esse domingo, dia 31/05

  3. Regina silva disse:

    Gente preciso de ajuda o meu tem 19 anos e continua tao dependente de min …não trabalha parou de estudar e não consegue emprego. :(

  4. Kaandra disse:

    No incio da educação entre 1 e 4 anos tem que ter muita paciencia pra EDUCAR. Ensinar é repetir, repetir e repetir até a criança aprender o que tem q fazer. Ninguém aprende nada de primeira imagina uma criança? Pra andar tiveram que passar meses treinando. Pra falar foi a mesma coisa. Temos que ter paciência pra ensinar a criança a obedecer. Todo aprendizado leva tempo. Educação não dá pra ser imediatista. E não tem palavra mágica. Tem sim paciência e ensino.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Amo escrever, amo meu marido, amo minhas três filhas e, acima de tudo, amo Jesus. Moramos na Pensilvânia, nos EUA, e, sempre que consigo, gosto de falar sobre minhas experiências, aprendizados e desafios seja na maternidade, na vida cristã ou como imigrante.

Saiba mais

Maternidade Simples 2015 - 2024 - Todos os direitos reservados