Para Mães e Pais preparar as crianças para encontrarem os personagens na Disney

Dicas Disney com criança: Como se preparar para encontrar os personagens

27 de março de 2016

Antes de a nossa primeira viagem para a Disney, muitas pessoas me falaram: “talvez a Ana Júlia fique com medo quando encontrar o Mickey. Tem criança que chora”. E foi batata. Na verdade, a gente notou isso no nosso primeiro dia de parque, no Universal e Island of Adventure.

Os primeiros personagens que a gente encontrou foram os Simpsons e depois George, o Curioso (que a Ana Júlia amaaaaa) e o Picapau. A criança só faltou pular do meu colo desesperada. Então, eu percebi que é importante preparar as crianças para encontrarem os personagens, especialmente se você vai à Disney com bebê.

preparar as crianças para encontrarem os personagens na Disney

Então, deu para perceber que ela teve medo. Eles são grandes, espalhafatosos e alguns gostam de fazer algumas brincadeirinhas, como cutucar, fazer cócegas, o Pluto deu uma farejada na barriga dela. Tem criança que não liga, adora logo de cara. Mas outras precisam de tempo e paciência. A Ana Júlia foi do segundo tipo e, assim, no final da viagem, já estava bem mais feliz perto deles.

Mas mesmo as crianças mais velhas podem ser pegas de surpresa com esse momento. E é bacana explicar para elas o que podem esperar deste encontro. Por isso, reuni algumas dicas de como ajudar a preparar as crianças para encontrarem os personagens:

RESPEITE O MEDO DAS CRIANÇAS

Se seu filho se mostrar com medo dos personagens, respeite o espaço dele. Eu sei que a gente não pode perder a oportunidade da foto, mas deixe a criança no colo, no braço mais distante do personagem e mantenha um pouco de distância. E não force seu filho a tocar, abraçar ou fazer carinho. Deixe ele curtir no tempo dele e do jeito dele.

preparar as crianças para encontrarem os personagens na Disney

Neste mesmo primeiro dia, do desespero com os Simpson e o George, mais tarde, a Dora (a aventureira) veio brincar com a Ana Julia após o desfile e ela interagiu e se divertiu um monte. Nos outros dias, ela foi descontraindo. Com os personagens do Disney Junior, ela já pedia para fazer high five; com as princesas, pedia para dar a mãozinha, e no último dia que viu o Mickey, no café da manhã com Lilo e Stitch, já estava toda animada.

AVISE QUE ALGUNS PERSONAGENS NÃO FALAM E QUE OUTROS FALAM INGLÊS

Os personagens que usam fantasias (aquelas que cobrem o rosto) não conversam com as crianças. Então, eu já avisava que para a Manuela que todos falavam inglês, então ela sabia que não conseguiria se comunicar com eles. As princesas, a Fada Madrinha (da Cinderela), Tinker Bell – esses que não usam fantasias – conversam com as crianças, mas só em inglês. Então, com elas, eu me fazia de intérprete.

Então, como eu já tinha falado para ela, a Manuela nem tentava conversar com eles. E, com alguns, ela pedia para eu falar alguma coisa ou outra. Então, neste aspecto, não tivemos problemas.

Também é importante lembrar que alguns personagens têm nomes diferentes em inglês. Avise antes de encontrá-los. Por exemplo, Dra. Brinquedos é Doc McStuffins e Branca de Neve é Snow White.

COMBINE COMO SERÁ A “BUSCA” PELOS PERSONAGENS

Tem crianças que querem correr atrás de todos os personagens possíveis, o que às vezes toma muito tempo da viagem. A gente só queria encontrar os principais, por isso fizemos o dining plan e as refeições com eles (como contei lá no post sobre o plano de refeições).

Então, a Manuela já foi sabendo que não era fácil encontrar todos os personagens e estava bem tranquila quanto a isso. Mas eu sabia que, além dos que encontraríamos nas refeições, ela queria encontrar a Mulan, então nos planejamos para isso. E quando aparecia algum outro com o qual ela queria tirar foto, a gente encaixava na programação. Mas eu já lembrava a ela que teríamos que enfrentar fila só para garantir que ela queria mesmo (Manuela não é muito paciente com espera. E quem é?).

preparar as crianças para encontrarem os personagens na Disney

Mulan era a única com que a Manuela queria tirar foto de qualquer jeito!

TENHA EM MÃOS MÁQUINA E CADERNO DE AUTÓGRAFOS

O encontro com os personagens é rápido, então, já fique preparado com a máquina fotográfica ou celular e também com o caderninho de autógrafos já aberto na página. Para aqueles que usam fantasias, é difícil usar caneta normal. Então, leve canetas mais grossas. A gente levou hidrográfica, mas lá nos parques eles vendem canetas esferográficas, mas com um formato mais grosso. Perfeito para eles assinarem. Ah, eles também vendem cadernos de autógrafos, mas a gente levou daqui mesmo.

E sempre deixe o caderno na mochila que vai para o parque porque você nunca sabe quando vai encontrar alguém bacana! Importante: alguns personagens não assinam. Por exemplo, os monstros e o Baymax não conseguiam por causa da fantasia.

USE AS FERRAMENTAS PARA POTENCIALIZAR O REGISTRO

Como os encontros são rápidos, use os recursos para registrar o momento o melhor possível. Fotos múltiplas são uma opção. Eu usava no meu celular o recurso de tirar fotos durante a filmagem, assim, na maioria dos encontros, eu pegava desde o momento que o personagem chegava na mesa, assinando o autógrafo e a pose final. Mas nos ambientes mais escuros, as imagens não ficam tão boas. Então, dependendo do local, eu ficava só com a câmera.

ENVOLVA-SE NA FANTASIA

Como eu comentei lá no Instagram, a Manuela já está em uma idade limite na questão de acreditar que os personagens são de verdade. Ela estava muito animada no início, mas em algum momento da viagem, algo aconteceu – e eu ainda não descobri o que – que a fez dizer que “era uma pessoa dentro da fantasia”. Eu fiquei tão triste…

Como, até aquele momento específico, ela estava animada com os personagens, eu quis tentar resgatar o que ela estava sentindo antes e fiz comentários do tipo “como assim, filha?”, “a gente veio para a Disney porque é aqui que ficam os verdadeiros” e coisas do gênero. Mas não convenceu. Ela preferiu mudar de assunto a continuar na discussão. Confesso que fiquei um pouco chateada…

ELES SE ENVOLVEM NA FANTASIA

Saiba que os personagens se envolvem na fantasia. Eles falam como se fosse os verdadeiros. A Fada Madrinha, falando da carruagem da Cinderela (que estava desenhada no nosso caderninho), disse era seu “melhor trabalho”. A Tinker Bell, quando eu disse que a Manuela não falava inglês, comentou que já tinha tentado falar a língua de bebês passarinhos, mas nunca conseguiu. E ainda perguntou se a Manuela sabia falar a língua dos bebês passarinhos. Eles se envolvem de verdade e trazem as crianças para dentro da fantasia, o quanto elas permitirem. É bem divertido!

preparar as crianças para encontrarem os personagens na Disney

FAÇA UMA SESSÃO DE CINEMA ANTES DA VIAGEM

Nem todos os personagens são totalmente conhecidos das crianças. Se você sabe que vai encontrar alguém que seu filho não conhece ou não lembra, que tal fazer uma sessão de cinema antes da viagem? Por exemplo, no nosso caso, o Pooh não fez tanto sucesso e eu gostaria de ter assistido A Bela e a Fera para que nosso almoço do Be Our Guest fosse ainda mais legal.

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários do Facebook

PUBLICIDADE

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber novidades e dicas no seu e-mail

Quem sou

Sou Melina Pockrandt Robaina, filha de Deus, jornalista e mãe da Manuela (6 anos) e da Ana Júlia (1 ano)

Eu sou Melina, mas pode me chamar de Mel. Moro em Curitiba (PR), sou jornalista, empresária e mãe de duas meninas maravilhosas: Manuela, 9 anos, e Ana Júlia, 4 anos. Um dos meus maiores alvos é tornar a vida mais simples e leve todos os dias.

Saiba mais

Maternidade Simples 2017 - Todos os direitos reservados